Contato Inicial
Últimas
Modos de Ver
Comentando
Lendo e Analisando
Entrevistas
Estudando o Evangelho
Arquivo Pernambucano
Reflexões de um Médium Espírita
Aconteceu no Mundo Espiritual
Espiritismo em Movimento
Fale Conosco
 
1 - RÁDIO INTEGRAÇÃO-JABOATÃO DOS GUARARAPES
2 - FEB-FEDERAÇÃO ESPÍRITA BRASILEIRA
3 - ESPIRITISMO LIVRE
 
Livro dos Espíritos
 
Alcioli Galdino
(81) 3252-5095
 
 
 
Legião - Uma Estória Muito Mal Contada
Uma Analise Crítica do Livro ``Legião`` do Sr. Robson Pinheiro
 

Livro: “Legião – Um olhar sobre o Reino das Sombras” - Volume I – da trilogia.
Autor: Robson Pinheiro, médium.
Autor espiritual: Espírito Ângelo Inácio.
Editora: Casa dos Espíritos Editora – Contagem-MG.
Resumo:
Relato do Autor espiritual sobre o trabalho de resgate de Espíritos dementados nos cemitérios. Além de relatar uma excursão a uma cidade do Umbral, onde havia um mago negro, líder da comunidade, formada exclusivamente por Espíritos que foram religiosos na Terra: espíritas, católicos e pro-testantes. Os espíritas que aí viviam, percebiam na imagem refletida pelo líder, a imagem de Allan Kardec. E por fim, ain-da, um trabalho de resgate de Espíritos que se encontravam em um campo de concentração; bem como, de um laboratório existente no Triângulo das Bermudas, no Oceano Atlântico próximo à costa leste da Flórida (E.U.A.) com o objetivo de compreender o processo obsessivo.
Antes de entrarmos a dissecar o conteúdo do livro, há alguns pontos que gostaríamos de esclarecer.

1. - A editora – Casa dos Espíritos Editora não se trata de uma editora de livros espíritas, mas de livros supostamente mediúnicos do Sr. Robson Pinheiro.

2. – O Autor juntou: Espiritismo, Umbanda, Ocultismo – a Teosofia de Mme. Blavastsky, no seu livro “Doutrina Secreta” (6 volumes); a Cabala, conforme os escritos de Eliphas Lévi; trechos dos livros de André Luiz, especialmente de “Nosso Lar”, “Libertação” e “Evolução em Dois Mundos”; trechos e/ou a essência do livro de Yvonne A. Pereira “Devassando o In-visível”; as idéias milenaristas do Espírito Ramatis e passa-gens (versículos) dos Evangelhos, jogou tudo dentro de seu liquidificador mental, conectou a caneta à mão, ligada à mente do médium-Espírito, e brotando num passe de mágica a obra que aí está: “Legião”. É realmente uma legião, para não dizer que se trata de um plural de enganos, mentiras, fantasias, agressões diretas aos espíritas e frases proporsitais de má fé, tudo com o objetivo de demonstrar que:
◘ O médium espírita é um ignorante e preconceituoso;
◘ Que as reuniões mediúnicas espíritas: são radicais, formada por ignorantes e tolos, e de valor secundário.
◘ Que o Centro Espírita é contra o progresso;
◘ E encerrando o seu leque de agressões gratuitas e esgotando o seu saco de fel, acusa os espíritas em geral,ainda de:
● Não conhecer e não aceitar o processo da Magia Negra;
● Desconhecer a existência do Duplo Etérico;
● De serem insensatos;
● De não serem caridosos.
Em Resumo: agride os espíritas e critica Allan Kardec.

3. – Cabe ainda observar: em nenhum momento o Autor se refere a Deus. Deus na obra “Legião” é um desconhecido, mesmo em situações elaboradas pela mente fértil do Autor, em que Deus seria a única explicação, o Autor recorre a uma senha ou código para justificar seu trabalho: “viemos em nome do Cordeiro”, como se isso fosse o bastante.
Para não ser acusado também de “insensato”, embora o Autor já tenha generalizado, lembramos que há esta citação a
(capitulo 6):
“(...) Graças a Deus os mentores da Vida Maior dispõem de recursos...”.(grifei)
Aí também descobrimos que há uma Vida Menor. Como seria essa vida menor, a microscópica?
Percebemos também nessa frase do Autor, ele contradizendo Paul Gibier, que apreendeu e desenvolveu o pensamento kardeciano em sua obra “Análises das Coisas” (ed. FEB) e demonstrou a evolução do micro e do macro dentro da Lei Divina; contraria Gabriel Delanne, cujo pensamento está calcado nos estudos desenvolvidos por Allan Kardec e cuja contribuição é parte integrante da Codificação Espírita. É só estudar a obra “A Evolução Anímica” (ed. FEB).

4. – Quase finalizando, podemos ainda com a mais absoluta certeza, afirmar: o livro “Legião” não é de caráter espírita. Pode-se até aceitar como sendo de origem mediúnica, mas ainda assim, também, afirmando que não se enquadra na classificação geral de Aksakof em “Animismo e Espiritismo” (ed. FEB).

5. – A intenção do Autor (os dois), quer nos parecer é orquestrado, com o objetivo de introduzir a apometria no Movimento Espírita. Conforme disserta o Autor, ao longo de seu trabalho, o Movimento Espírita parou no tempo; os espíritas não compreendem o pensamento kardeciano, e em conseqüência, desconhecem a técnica da apometria, que seria a modernização nos trabalhos práticos da desobsessão. Esta é uma síntese da idéia do Autor. E, portanto, a única, capaz de resolver o que ele chama de obsessão complexa seria a apometria. Mas, para tanto, os médiuns espíritas teriam que se submeter a um processo preparatório para trabalhar exclusivamente na fase de desdobramento. E aí, Kardec é utilizado contra os próprios espíritas. É uma beleza de jogo de palavras com o fim de confundir e não de explicar.

6. – E finalmente, o personagem central do enredo do livro é a figura do médium Raul, possuidor das faculdades mediúnicas da lucidez e vidência extrafísica, professor de universida-de espiritual, que exerce suas funções no estado desdobrado, diariamente, a partir das 23 horas no fuso horário terreno (hora de Brasília-DF). Em sua aula se utiliza de uma tela, cujas dimensões aproximadas de 8 por 15 metros, aplica os recursos da tecnologia sideral para a transmissão de seu pensamento que se materializa em formato tridimensional à frente dos Espíritos que assistem à aula. O recurso é conhecido na Metrópole, comunidade espiritual onde o médium atua, há mais de 60 anos (cap. 1).
Será que alguém se arrisca a dizer quem é o médium Raul? O médium Raul é o desdobramento do médium Rob-son Pinheiro, pois são uma e a mesma pessoa: o médium Robson Pinheiro e o médium Raul. Não é interessante!...
O trabalho realizado pelo médium Raul, só é possível porque o médium Robson, conhecedor profundo da técnica da projeciologia, criada pelo médium Waldo Vieira, denomi-nada também de Apometria, pelos apometras, faz desdobramento extrafísico e pode então, realizar o trabalho da desobsessão complexa (?)
Dito isto como introdução, adentremos ao conteúdo do livro propriamente. Vamos começar pelo Posfácio, assinado pelo Sr. Leonardo Möller, o editor.

7. – O Posfácio (páginas finais).
Inicia o editor fazendo chistes com os espíritas e acusan-do-os de hipócritas. O Sr. Robson Pinheiro estava em coma:
“(...) os amigos espíritas, que chegaram a lhe cochichar no ouvido, durante o coma:
- Pode morrer em paz, irmão Robson, pois lhe cederemos o caixão e a tumba previamente adquiridos por nossa família...
Nada como a sensibilidade e a generosidade na hora de exercer a bendita caridade, não é?”
Ora, ninguém tem culpa se o médium é rodeado por “amigos da onça”, mas, daí, transferir a culpa para os Espíritas, é pura calúnia e pouca falta de respeito pelos espí-ritas.
E ainda acrescenta a opinião de um “espírito de porco”:
“(...) Um amigo espiritual mais debochado denomina, ironicamente de crises de caridade esses arroubos de bondade e enlevo que acometem, mais ou menos esporadicamente, os adeptos do espiritismo.” (grifei)
Como se vê, não é só o editor dessas obras “mal assombradas” que adora fazer pilhéria com os espíritas, igualmente os seus amigos espirituais adotam a mesma linha de pensa-mento (imagine na escala espírita, a classe a que pertence os amigos espirituais do editor e do médium).
E como o editor é apometra e não espírita grafa o Espiritismo com a letra E minúscula.
Mas, o que salta aos olhos mesmo, é a capacidade mnemônica do médium Robson Pinheiro que mesmo no estado de coma, pode lembrar-se após, tim-tim por tim-tim das palavras ditas pelos seus amigos no leito.
Prossegue o editor com os seus chistes:
“(...) Todos nos orgulhamos profundamente do catálogo que temos na Casa dos Espíritos, pois os títulos, sem exceção (...) vieram para tratar de temas originais, senão inéditos (...) duplo etérico em detalhes, no livro Medicina da alma, quando apenas referências breves tinham sido feitas a seu respeito na literatura espírita, por André Luiz...”. (grifei)
Em um único parágrafo, o editor consegue resumir todo o seu cabedal de conhecimentos.
O Duplo Etérico não é criação do Espiritismo, desde tempos imemoriais que se conhece. Kardec em “O Livro dos Espíritos” (2ª parte, cap. VIII), especialmente na questão 413, trata do assunto. Com mais ênfase, volta Kardec a tratar do assunto em “O Livro dos Médiuns” (2ª parte, cap. VII), nas questões 115-121.
A bem da verdade, o termo Duplo Etérico foi criado por Allan Kardec para explicar a faculdade de expansão dos fluidos perispíriticos. O Duplo Etérico não é a mesma coisa nem desempenha as mesmas funções do Perispírito. O Duplo Etérico desaparece com a morte do corpo físico e é próprio do Espírito na condição de encarnado (homem), enquanto o Perispírito sobrevive à desagregação da matéria e acompa-nha o Espírito após a morte física do corpo para o Mundo Invisível.
Portanto, é muito estranho que o editor afirme que apenas o Espírito André Luiz fez “(...) referências breves” ao Duplo Etérico, quando a bibliografia espírita é rica em infor-mações, especialmente Léon Denis, Camille Flammarion e Gabriel Delanne fazem referências abundantes ao assunto. Ninguém tem culpa se o editor das obras do Sr. Robson Pinheiro não conhece a Doutrina Espírita. Que vá estudar en-tão, e aí poderá fornecer material para o seu médium-patrão escrever livros tratando com seriedade o Espiritismo. Uma vez que o Autor, também, adora a ironia macabra (cap. 4):
“A regra difundida nos meios espíritas é que o duplo etérico tem uma vida intimamente associada à existência do corpo físico.” (grifei)
Ora, se sobre o assunto havia apenas “referências breves” do Espírito André Luiz, como poderia o conceito está difundido no meio espírita?
Mas, o Autor, no mesmo capítulo, ouve uma explicação do “Pai João de Aruanda”, se referindo aos “Senhores da Escuridão”, que há:
“(...) seqüestro do duplo etérico de encarnados para experimentos, nos laboratórios que são administrados pelos cientistas do mal.”
Ora, que confusão. Só quem possui o duplo etérico é o Espírito encarnado e não pode ser aprisionado por um outro Espírito. O enredo do romance é muito infantil.
Todavia, o editor não cansado de sua picuinha contra os espíritas, ainda os agride desta maneira:
“(...) muito mais relevantes são o gozo e a satisfação de saber que temos dado nossa contribuição efetiva para a quebra de tabus e o fim de preconceitos, de tal forma que possa ruir a mentalidade tacanha, antiga e decadente que teima em persistir no pensamento de um bocado de espantalhos e seu séquito, que têm em Kardec um estranho, desconhecendo por completo a essência de sua atitude pioneira.”
É muita cara de pau! Tenta passar a idéia que conhece e respeita a obra kardeciana, para em seguida acusar os espíritas de ser tacanho. E ele está absolutamente certo. Por exemplo, tenho só 1.68 cm. de altura, no entanto, ele se es-queceu de observar o que escreveu que é um monte de tolices própria de uma mente tacanha, no sentido que acusa os espíritas. E tem mais, utiliza Kardec para se esconder. Ah! Mi-neirinho!!!
E prossegue o editor com suas lorotas cheias de mau sabor e mau saber, passando então a agredir os romances espíritas, usando como escudo a obra “Devassando o Invisível”, de d. Yvonne A. Pereira:
“Nada contra historietas de amor medieval, ou então de paixões lancinantes no Antigo Egito, que se repetem no mundo contemporâneo – enredo por excelência dos folhetins psicografados... Mal-e-mal apresentam a reencarnação, e é inevitável indagar, ao virar cada página, onde foram parar as discussões que interessam ao espiritismo.”
Com a mais absoluta certeza, o editor desconhece a trilogia de d. Yvonne: “Nas Voragens do pecado”, “O Drama da Bretanha” e “O Cavaleiro de Numiers” e provavelmente nem sabe da existência de “A Voz do Antigo Egito”, F. V. Lorenz (todos ed. FEB), caso contrário não diria tantas asneiras.

8. - O Conteúdo do Livro.
A bem da verdade não há conteúdo a ser analisado, uma vez que o Autor intercala verdades com inverdade; realidades com fantasias. É um livro de antônimos. Como, por exemplo, cria fantasiosamente termos: escorpiões, lagartos, lacraias e formigas do astral; que a lenda do conde Drácula foi de inspiração espiritual (cap. 2); lama astralina; que o Espiritismo adota simbolismo iniciático intitulado de Prolegômenos (cap. 3); que os Espíritos denominados de pombajira (vibração feminina de Exú) forma a polícia feminina do astral (cap. 3).
O destempero do Autor é tanto que não se preocupou em ditar o seguinte (cap. 3):
“(...) Era uma casa simples, onde reunia um grupo reduzido de pessoas convocado extraordinariamente para aquela ocasião. Já era tarde, segundo os parâmetros terrenos. A casa espírita não era nada ortodoxa...”.
Reunião mediúnica espírita realizada tarde da noite? É lógico que Casa Espírita não faz reunião mediúnica de madrugada. Essa “casa espírita” referida pelo Autor deve ser a casa onde o médium Raul, realiza os seus traba-lhos de desdobramento apométrico para o tratamento da “obsessão complexa”, uma técnica obsessiva criada e desenvolvida pelo Autor, desconhecida até pelo Espírito Bezerra de Menezes. Haja vista, o Espírito Dr. Bezerra de Menezes de forma magistral, relata todo o desenrolar do caso Leonel na obra “Dramas da Obsessão”. Sabe quem foi o médium? Simplesmente a humilde e simples D. Yvon-ne A. Pereira, trabalho desenvolvido num Centro Espírita que não tinha mais do que cinco pessoas. O trabalho foi realizado às claras. Oh! “seu” editor manda os teus amigos espirituais estudar o Espiritismo. É bem melhor do que fi-car tirando “onda” de sabido...
E como o livro não tem conteúdo, não há o que analisar.
Este é o volume I da trilogia “Um olhar sobre o reino das sombras”; o segundo volume é “Senhores da Escuridão”, um tratado de tolices em profundidade, que faz inveja ao “Febeapá” de Stanislaw Ponte Preta. Agora, imagine como será o volume III...
Observando o livro, percebemos que o objetivo principal é confundir o meio espírita, para então introduzir a apometria. E aí se deduz, que o GEAP – Grupo Espírita Amor ao Próximo, de Jaboatão-PE, não é parceiro da Casa dos Espíritos Editora, é uma sucursal, com o objetivo precípuo de introduzir a mistificação, maquiada de Espiritismo. E para tanto, nada mais enganador do que o nome com que se adorna: Amor ao Próximo. ▲



Autor: Dâmocles Aurélio
 
Clique aqui!

postado:
03/09/2010 22:51:22
 
luciano da costa vasconcelos
postado:
18/10/2010 20:35:29
meu Deus ! até quando visões tão reducionistas atrapalharão o advento do progresso da doutrina espirita? lembro-me dos líderes religiosos contemporâneos de jesus,que invocavam os textos passados afim de repelirem a boa nova ,a noticia alegre.As trevas são ardilosas e sabem como insulflar o atraso ,a discórdia e o congelamento da obra kardeciana,que aliaz nunca se proclamou com sendo a última palavra,seus fanáticos defensores,zelotas atuais é que amesquinham sua grandez cósmica em nome da ``pureza doutrinária``,sejamos sensatos, é hora de acabarmos com essa visão medilcre,a codificação espírita foi um trabalho explendido, maravilhoso,contudo inicial ,esperando ao porvir ampliar os conhecimentos,falhas aqui e acolá de caráter pessoal por parte de alguns médiuns devem ser dados descontos, afinal não são perfeitos, o próprio chico xavier, que aliaz querem canoniza-lo não foi perfeito!,aliaz , atraves de uma mensagem belíssima no congresso espírita mundial refuta veementemente o epíteto de santo,olhemos pois a obra como um todo.A obra de robisom pinheiro representa um aprofundamento dos conhecimentos iniciais da codificação.Cuidado amigos ,voces que em nome de defederem o espiritismo estão criando dificuldades no amadurecimento de nossa doutrina e caso não estejam sendo instrumentos de entidades inteligentíssimas do mal.O nobre amigo ficou ressentido com algumas críticas sobre o movimento espítita, o que é de se estranhar,pois parece que não é brasileiro e não enxerga os absurdos em que algumas federativas e centros tem se posicionado em relação a codificação,parecendo verdadeiros protestantes espítitas, congelando a ciencia espírita em nome de serem ``defensores da verdade kardeciana``,essa história parece que já vimos em algum canto e olha no que terminou: um cristianismo engessado,cheios de donos da verdade,bobagem!,pura bobagem!
 
Vinicius Pires
postado:
22/10/2010 20:16:59
É por comentários desse tipo, que se verifica que há pessoas que se dizem espíritas que não abrem a mente para um universo maior. Nos planos superiores e umbralinos, não existem espíritas evoluídos, e sim `espiritos`, independentemente de crença, ou escolha doutrinária. O espiritismo, é a ciência e a fé, na mais pura essência, não vamos nos perder por opiniões pequenas e com uma certa inveja, por causa de uma obra que agrega tanto valor ao conhecimento do espírita, espritualista e de qualquer espirito encarnado, ou seja, é necessário ampliarmos o nosso olhar para um universo cheio de diversidades, mas que tem em seus seres, pessoas evoluídas e que nos auxiliam a viver e superar nossos desafios. Esses espiritos podem ser espíritas, católicos, muçulmanos, ou umbandista (como alguns criticos dizem até com um certo preconceito, se esquecendo do amor que Cristo nos ensinou a todos, independente de qualquer escolha de religião ou culto) mas são espíritos que merecem o nosso respeito e amor independentemente da forma como trabalham. O espírita verdadeiro não possui preconceito, ou uma mente fechada para o novo, para um olhar macro, paraa crença de que devemos buscar o bem, mas estamos em evolução, e por isso temos um lado negativo que precisamos trabalhar e eliminar a cada dia, a cada hora para sermos seres melhores!
 
Dinalmo Amorim
postado:
26/11/2010 14:57:06
Devemos ter em nossos corações, a mensagem do Cristo Redentor, não julgando para sermos julgados. Independentemente do cabedal do missivista, o Sr. Robson Pinheiro será acrescido ou não segundo as suas obras e somente Deus Pai, Todo Poderoso. Justo e Misericordioso o poderá fazer. PAZ
 
Robson Santos
postado:
05/12/2010 18:16:29
Bastante coerente a crítica sobre o livro...o que importa é termos sempre a análise crítica seja de qualquer livro, do próprio Kardec a Chico, muito mais de uma literatura mediúnica desse Robson Pinheiro, mas que não é especificamente espírita, mas uma mistureba de várias doutrinas espiritualistas. Considero lamentável que literatura desse tipo seja apresentada como espírita porque realiza um desseerviço à cultura espírita...pode-se dizer que é um tipo de literatura mais umbandista que se aproxima do Espiritismo do que propriamente espírita. Em nome do progresso do Espiritismo não entremos no bonde da contramão...
 
Marcelo
postado:
19/12/2010 22:01:06
Essas foram enviadas a editora ou ao autor da obra? Parece ser uma transgressão não enviar essas críticas a própria editora.
 
Jeane R. Nunes
postado:
03/01/2011 12:36:08
Não concordo com os comentários criticando o citado livro. Devemos ampliar os conhecimentos que envolvem a espiritualidade. O livro não faz uma crítica ao Espiritismo e, sim, a alguns espíritas e casas espíritas, já que Allan kardec foi claro em relação à pesquisa científica do lado espiritual.
 
Lupo
postado:
06/01/2011 14:30:44
``Caríssimos, não deis fé a qualquer espírito, mas examinai se os espíritos são de Deus, porque muitos falsos profetas se levantaram no mundo``. (1 João 4, 1). NOVO AMIGO Os prefácios, em geral, apresentam autores, exaltando-lhes o mérito e comentando-lhes a personalidade. Aqui, porém, a situação é diferente. Embalde os companheiros encarnados procurariam o médico André Luiz nos catálogos da convenção. Por vezes, o anonimato é filho do legítimo entendimento e do verdadeiro amor. Para redimirmos o passado escabroso, modificam-se tabelas da nomenclatura usual na reencarnação. Funciona o esquecimento temporário como bênção da Divina Misericórdia. André precisou, igualmente, cerrar a cortina sobre si mesmo. É por isso que não podemos apresentar o médico terrestre e autor humano, mas sim o novo amigo e irmão na eternidade. Por trazer valiosas impressões aos companheiros do mundo, necessitou despojarse de todas as convenções, inclusive a do próprio nome, para não ferir corações amados, envolvidos ainda nos velhos mantos da ilusão. Os que colhem as espigas maduras, não devem ofender os que plantam a distância, nem perturbar a lavoura verde, ainda em flor. Reconhecemos que este livro não é único. Outras entidades já comentaram as condições da vida, além-túmulo... Entretanto, de há muito desejamos trazer ao nosso círculo espiritual alguém que possa transmitir a outrem o valor da experiência própria, com todos os detalhes possíveis à legítima compreensão da ordem que preside o esforço dos desencarnados laboriosos e bem-intencionados, nas esferas invisíveis ao olhar humano, embora intimamente ligadas ao planeta. Certamente que numerosos amigos sorrirão ao contacto de determinadas passagens das narrativas. O inabitual, entretanto, causa surpresa em todos os tempos. Quem não sorriria, na Terra, anos atrás, quando se lhe falasse da aviação, da eletricidade, da radiofonia? A surpresa, a perplexidade e a dúvida são de todos os aprendizes que ainda não passaram pela lição. É mais que natural, é justíssimo. Não comentaríamos, desse modo, qualquer impressão alheia. Todo leitor precisa analisar o que lê. Reportamo-nos, pois, tão-somente ao objetivo essencial do trabalho. O Espiritismo ganha expressão numérica. Milhares de criaturas interessam-se pelos seus trabalhos, modalidades, experiências. Nesse campo imenso de novidades, todavia, não deve o homem descurar de si mesmo. Não basta investigar fenômenos, aderir verbalmente, melhorar a estatística, doutrinar consciências alheias, fazer proselitismo e conquistar favores da opinião, por mais respeitável que seja, no plano físico. É indispensável cogitar do conhecimento de nossos infinitos potenciais, aplicando-os, por nossa vez, nos serviços do bem. O homem terrestre não é um deserdado. É filho de Deus, em trabalho construtivo, envergando a roupagem da carne; aluno de escola benemérita, onde precisa aprender a elevar-se. A luta humana é a sua oportunidade, a sua ferramenta, o seu livro. O intercâmbio com o invisível é um movimento sagrado, em função restauradora do Cristianismo puro; que ninguém, todavia, se descuide das necessidades próprias, no lugar que ocupa pela vontade do Senhor. André Luiz vem contar a você, leitor amigo, que a maior surpresa da morte carnal é a de nos colocar face a face com própria consciência, onde edificamos o céu, estacionamos no purgatório ou nos precipitamos no abismo infernal; vem lembrar que a Terra é oficina sagrada, e que ninguém a menosprezará, sem conhecer o preço do terrível engano a que submeteu o próprio coração. Revisitando Nosso Lar 7 Guarde a experiência dele no livro dalma. Ela diz bem alto que não basta à criatura apegar-se à existência humana, mas precisa saber aproveitá-la dignamente; que os passos do cristão, em qualquer escola religiosa, devem dirigir-se verdadeiramente ao Cristo, e que, em nosso campo doutrinário, precisamos, em verdade, do ESPIRITISMO e do ESPIRITUALISMO, mas, muito mais, de ESPIRITUALIDADE. EMMANUEL Pedro Leopoldo, 3 de outubro de 1943. Precisa ser dito mais alguma coisa? Acho que para bom entendedor (es) meia palavra basta! Saudações Fraternas à todos.
 
Rodrigo
postado:
17/01/2011 14:07:49
Pois é, Fico feliz em ver que a mensagem passada pelo Robson Pinheiro se faz verdade, uma vez que o comentarista deste prezado site se cobriu de ``razão`` ao dizer tudo o que disse sobre a maravilhosa obra que, Graças a Deus, chega a nosso conhecimento para nos fortificar, nos alertar e nos preparar para os acontecimentos futuros. Na obra ele relata um fato corrente na terra hoje que se identifica perfeitamente com a crítica feita neste portal. Em que os médiuns e espíritas hoje estão tão preocupados em serem os donos da verdade, em provar ou cuidar para que a ``sua`` verdade seja a correta, que se esquecem qual a finalidade da sua mediunidade, da graça que lhes foi dada de ter uma mente e espirito aberto a sentimentos e visões que muitas pessoas não tem. Se esquecem de isso deve ser usado para o bem do próximo e não para engradecimento próprio. Se esquecem que o seu engrandecimento virá pelas obras feitas para os outros, para o bem da humanidade. Acho que o autor da crítica precisa abrir um pouco mais a mente e a sensibilidade e também entender que a verdade dele não precisa necessariamente ser a verdade dos outros. Que mesmo um erro de fatos ou uma manobra proposital em uma história pode servir para passar uma Mensagem de Luz e o Bom Conhecimento do Espirito Verdade. Todos os caminhos que levam ao bem ou a Deus são sempre os caminhos corretos.
 
LUIZ SANTOS.
postado:
28/01/2011 17:49:46
SÓ TENHO A LAMENTAR OS COMENTARIOS MEDÍOCRES DESTE QUE RELATOU , E TENHO A CERTEZA QUE KARDEC NÃO CONCORDARIA COM TAIS ABSURDOS. QUEM FEZ ESTE RELATO DEVERIA ANALISAR MELHOR A QUALIDADE DA LEITURA KARDEXISTA QUE FEZ E ANALISA-LAS MELHOR, E DEIXAR DE EMPREGAR SUA VÃ VAIDADE. E POR FAVOR REVEJA QUE TIPO DE GUIAS E MENTORES ESPIRITUAIS LHE ESTÃO ASSISTINDO. PAZ A TODOS. LUIZ SANTOS/FOZ DO IGUAÇU-PR
 
Graça Santos
postado:
04/02/2011 16:16:56
Boa tarde! Não li o livro ainda mais o tenho ,porém acho que o melhor caminho não é a critica ,pois o próprio chico , Kacdec ,Divaldo enfim as tiveram e superaram com a mais pura verdade a medida que estudamos a doutrina vale salientar que coisas pequenas não nos ofende admiro o trabalho do Robsom Pinheiro,e se por acaso houve critica acho que estar na hora de começarmos a nos auto avaliar ,pois se realmente somos os donos da verdade porque as criticas ,aconselho o mesmo que Chico `` amar,amar,amar sempre``muita paz e muita luz!
 
Luis Claudio
postado:
09/02/2011 13:38:24
Os livros Legião e Senhores da Escuridão, ainda vou começar a ler o terceiro, me fizeram muito bem. Hoje sou uma pessoa mais vigilante e diariamente em minhas orações antes de dormir me coloco a disposição dos bons espíritos para colaborar com o equilíbrio de nosso planeta durante meu descanso físico. Não podemos fechar os olhos e fingir que nada vem acontecendo com a Terra, acredito que grandes mudanças estão próximas e não quero abrir mão de nada que possa ser acrescentado ao meu conhecimento e conseqüentemente minha forma de ajudar. Agindo no “bem’ tenho confiança de que mensagens enganosas serão filtradas. Paz e Luz.
 
Nattalia
postado:
27/02/2011 13:37:25
O que ele critica são os espiritas que tem o conhecimento decorado na ponta da lingua mas não sentem esse conhecimento, utilizam o saber apenas para apontar o dedo contra este ou aquele que saiu da decoreba e fala algo novo, mas o próprio Allan Kardec disse que iniciou o que seria progressivamente aumentado, disse que o espiritismo não se encerrava em seu pentáteuco.
 
Julio Cesar Olyntho
postado:
28/02/2011 16:34:44
Olá amigos, paz a todos.É com pesar que venho aqui para postar meu comentário, pois só percebi no relato do irmão Damocles Aurélio, autor da postagem, um total desconhecimento da condição humana do plano astral inferior e o que é pior; uma ignorância quanto à sua própria condição enquanto ser encarnado. Amigo Damocles, vejo que nesse artigo, você expressa idéias como se fossem dardos alucinados e totalmente esquecido do amor e da integração com Cristo. Desconheces que os Dragões só querem o poder e a dominação das mentes para isso usam exatamente aqueles que teoricamente possuem uma capacidade intelectual maior, mas dos quais por invigilância, egoísmo e orgulho, são os mais fáceis de se manipular e influenciar. Reveja seus conceitos, nobre e querido irmão, eu lhe peço em nome daquele que amou o mundo a ponto de ceder a sua vida em honra e glória do Pai Maior. Lembre-se que Jesus avisou sobre os tempos atuais e que muitos duvidariam de seus trabalhadores, que são os trabalhadores da última hora, os Espíritas principalmente têm a missão de descortinar o véu da ilusão e esse artigo cheio de idéias preconceituosas só colabora com o pensamento dos Dragões e não com o pensamento cristão de Jesus, o nosso Mestre Maior. Abraço querido irmão e que Jesus te abra os olhos o quanto antes.
 
Luis Barros
postado:
28/02/2011 19:05:04
O que vem nos livros do Robson Pinheiro, não é mais do que alguns médiuns têm conhecimento, tanto no trabalho caridoso nas suas casas espiritas, como muitas vezes de lembranças esporádicas que vêm ao consciente. E esta revelação de forma organizada, que a espiritualidade superior permitiu que fosse feita a toda a humanidade, tem a ver com a necessidade de tomada de consciência de toda a gente de forma mais humilde, das nossas verdadeiras origens espirituais. Obrigado Robson, estás a mostrar que a Doutrina Espirita não é uma doutrina morta, mas evolucionista. Bem hajas amigo.
 
Marcelo Santos
postado:
28/02/2011 22:27:15
Concordo em gênero, número e grau com o autor da crítica. Análises lúcidas assim fazem com que eu não perca a fé no movimento espírita brasileiro. Robson Pinheiro é um mistificador e presta um desserviço ao movimento espírita com seus livros fantasiosos e estapafúrdios. Não há humildade, não há coerência, há uma forte dicotomização entre bem e mal, dignas de Hitler. Sob o falso discurso da tolerância, Robson prega o moralismo mais tosco e americanóide: mocinhos bonitinhos contra bandidos feiões!!! Acorde povo! Não se deixem contaminar por algo tão infantil...
 
Ricardo Silva
postado:
01/03/2011 20:19:16
Estou lendo o terceiro volume e, como espírita, a despeito de situações fantasiosas ou não nas obras, não me senti em nenhum momento ofendido. Como já disseram alguns, a critica é para as pessoas, e não para a doutrina que, aliás, e bem defendida por todos os personagens, não só destas mas de outras obras dele também. Os livros são repletos de citações e referencias à codificação e as evangelhos. Se alguma coisa foi atacada, foram os preconceitos e o orgulho de muitos irmãos de boa vontade mais com a mente um pouco petrificada. A chave para não se deixar levar por enganos é tudo analisar com base nos preceitos espíritas e filtrar o que não presta. O espiritismo é a base, onde se podem desenvolver idéias e estudos.
 
jeanny
postado:
08/03/2011 01:11:05
gostei do livro, e me parece a primeira vista fantasioso. Mas foi a mesma sensação de quano li nosso lar. Achei também fantaqsioso. Mas se formos verificar, nos espíritas precisamos de uma puxada de orelha se acharmos que somos o dono da verdade absoluta e que os espíritas são perfeição. cometeremos os mesmos erros de outras religiões que citam trechos da bíblia, para condenar o espiritismo. gostei do livro e vejo que se abre um leque a ser pesquisado. E temos que ajudar a força maior que é Jesus. abraços
 
Um amigo
postado:
17/03/2011 14:20:41
Sinto pelo comentário inicial do irmão Aurélio. De certo o pentateuco kardecista possui as bases para os profundos e mais amplos conhecimentos que têm sido revelados pela espiritualidade, mas, se posicionar com tanta vaidade sobre o mundo espiritual do qual nada conhecemos é no mínimo distanciar-se do envagelho. 2000 anos de passaram e parece que tão pouco foi absorvido das lições preciosas e profundas do Mestre Jesus.
 
Matheus Ribeiro
postado:
29/03/2011 12:55:47
Bem, eu li o livro Legião e estou lendo o vol. II, Senhores da Escuridão e posso afirmar que a crítica feita pelo ilustre senhor Dâmocles Aurélio não corresponde em nada a realidade mostrada no livro. O senhor acima citado pegou trechos isolados do livro e colocou a mercê da sua própria interpretação. Robson Pinheiro em momento algum denegriu a imagem do espiritismo ou dos espíritas de um modo geral, mas falou sim de certas pessoas do movimento espírita que se julgam donas da verdade. Ora, qual será o espanto do nosso colega Dâmocles Aurélio? Não é novidade para ninguém que isso ocorre em todos as estâncias de qualquer movimento religioso, político ou social no planeta.. Será que a carapuça serviu? Será que o senhor, Dâmocle, seria o dono da verdade? Não seria também ingenuidade sua acreditar que o mundo espiritual está estagnado? Que não evoluiu em nada durante os séculos? Tanto para o bem quanto para o mal? Tsc tsc.. Em vez de fazer críticas vazias e sem fundamentos, vá procurar estudar, se atualizar, entender o que se passa a sua volta e as mensagens que chegam até você, em vez de colocar barreiras que visam somente o atraso cada vez maior de nossas consciências.. Um Abraço.
 
Adão Correa
postado:
29/03/2011 20:44:53
Bem pessoal, li o livro e fiquei mais com a impressão de que estava lendo uma das odisseias de Perry Rhodan. Quem nunca ouviu falar leia e vai encontrar praticamente tudo que consta no livro com outros nomes. Perry Rhodan é uma série alemã de ficção cientifica que iniciou lá pelos anos 60 e que ainda é publicada. Isto não é espiritismo, me perdoem os que creem, mas estão sendo enganados. Abraços.
 
Matheus Ribeiro
postado:
29/03/2011 21:41:34
Bem, assim como o amigo Adão Correa, sou fã de Perry Rhodan (em especial o 13º Ciclo: Bardioc), e devo dizer que Perry Rhodan é uma coleção literária de ficção científica (a melhor, diga-se de passagem) e devo dizer em relação a isso que se analisar-mos todas as descrições contidas nesses volumes, fatalmente encontraremos semelhanças em relação ao Livro Legião, e não somente a ele, no 2º Ciclo: Atlan e Árcon de Perry Rhodan, encontraremos uma descrição da pátria de Gucky que se assemelha e muito a colônia espiritual Nosso Lar, descrita por André Luis no livro homônimo, inclusive com veículos aéreos movidos a energia eletromágnetica, semelhante aos conhecidos aérobus. Mas nem por isso vou dizer que o livro de André Luis é falso, ou que as pessoas estão sendo enganadas por ele.. Acho que o principal do livro Legião, assim como o vol. II, Senhores da Escuridão, é que ele me fez refletir, questionar, argumentar, levantar dúvidas e estudar sobre isso.. Acho que Robson Pinheiro foi extremamente feliz nessa questão.. Não vou ficar difamando, especulando, julgando coisas que nunca procurei saber se são verdadeiras ou não.. E foi isso que ele quis passar no livro, muito mais do que suas descrições a respeito do mundo espiritual. Um abraço a todos.
 
PAULO
postado:
01/04/2011 16:43:27
ANTES DE FAZER A TAL CRITICA , E SEMPRE INTERRESSANTE SE FAZER UMA ALTO CRITICA A SI MESMO , PARA VER E E CAPAZ DE JULGAR OUTRAS PESSOAS.
 
Aleiz
postado:
03/04/2011 21:06:04
Carissimos, Li legião, e por incrivel que pareça não vi o tal ataque citado pelo irmão, alem do mais achei o livro muito interressante e até encontrei nele muitas explicações para certos fatos que vivemos em nosso mundo hoje, penso que a obra do Robson deve servir de alerta para os que tem um ``minimo`` de conhecimento do mundo espiritual, a seara esta carente de trabalhadores e vimos que o mal também evolui e se organiza,( já sabiamos...!), assim irmãos faz-se mister que saibamos compreender o diferente( tão igual..!) e nos unamos com a ajuda do Divino Mestre, pois o combate é eminente e diario, Jesus nos ensinou a amar, e em nome desse amor devemos nos unir pela causa do bem, qualquer que seja a contribuição que cada um puder dar será valiosa para nós, para nossos filhos e irmãos, para a humanidade, para o planeta. O combate deve ser ao mal (algumas formas deste o Robson descreve muito bem em seus livros), buscando direciona-lo para o bem, que é o fim que nosso Pai amoroso tem para cada um de nós. ``Não cuideis que vim trazer a paz à terra; não vim trazer paz, mas espada;`` (Mateus 10 : 34) Paz e luz a todos!
 
Paulo César Lisboa.
postado:
05/04/2011 14:32:23
Como podemos observar ao longo dessa discursão, encontramos tudo que se espera por parte dos pseudo-sábios, que é justamente causar confusão, dúvida e atrito entre nós que nos dizemos espíritas. Eu particularmente falando, vinha lendo alguns livros deste autor com certa dúvida, por que há muitas verdades em meio a alguns absurdos, mas com certeza muito empolgado com o seu conteúdo envolvente. Em meio há esse tempo tive oportunidade de ler o SUBLIME PEREGRINO DE HAMATIS, que tem conteúdo semelhante, muitas verdades e algumas aberrações. Mas coincidentemente estamos estudando no nosso grupo, o capítulo XXIV (Da Identidade dos Espíritos) do Livro dos Médiuns, onde Kardec sabiamente faz comentários a respeito desse tema, quem quiser dar uma olhadela vai ver que o conteúdo destes livros citados nos comentários acima, se encaixa no perfil de espíritos pseudo-sábios, foi o que me salvou. Em vários trechos dos seus livros R. Pinheiro faz citações sobre o preconceito dos espíritas com relação e religiões afro-brasileiras, ponto positivo, quem somos nós para cultivar preconceito, em outros usa o termo espíritas ortodoxos e conservadores, ponto negativo, ortodoxo é termo utilizado na igreja Católica que tem sofrido inúmeras reformulações ao longo do tempo, e conservador como não ser, se mesmo depois de mais de 150 anos ainda temos dificuldade de entender e praticar o espiritismo em sua essência. Temos muito que estudar para melhor questionar e entender a Doutrina Espírita, a própria ciência ainda vai ter que evoluir muito para nos ajudar nesta compreensão, e teremos que evoluir na mesma proporção, para que a nossa fé não continue tão cega a ponto de ainda não sabermos separar o joio do trigo.
 
RONALDO BARROS
postado:
22/04/2011 19:20:13
MEU DEUS..NUNCA LI ALGO TÂO ABSURDO.. E FALTA DE INTLECTO.MAS ENFIM ESTOU INICIANDO A LEITURA DO 3V,ONDE OS DOIS ULTIMOS FORAM DE GRANDE AJUDA PARA MIM.OS MELHORES LIVROS ESPIRITAS ,DEPOIS DAS CODIFICAÇÔES DE KARDEC
 
Alexandre Lima
postado:
24/04/2011 18:42:47
Estamos ni século XXI, mas, infelizmente, nossos irmãos espíritas mais ferrenhos ainda se prendem, de forma retrógrada, às informações passadas a Allan Kardec no século XIX. A Codificação Espírita foi muito boa e útil às pessoas daquela época, porém, com todo avanço que tivemos desde então nas várias áreas de conhecimento e comportamento humanos não nos deixa dúvida que, hoje, essa Codificação deve ser revisada. Muito ainda se aproveita, porém, as informações contidas na Codificação foram dadas dentro do conhecimento restrito da população do século XIX, já não sendo suficientes nem condizentes com o atual nivel de conhecimento alcançado pela humanidade.
 
P.C.L
postado:
25/04/2011 08:29:24
De novo os apressadinhos, que sem conhecer a doutrina a fundo, já vão descartando as obras básicas do espiritísmo. Será que já conhecemos a terceira revelação o suficiente para isso? Já entendemos pelo menos a segunda? Somos espíritas ou críticos de livros de ficção. Já está na hora de entendermos o que é espiritísmo e espiritualismo, ou pelo menos separarmos Doutrina Espírita de Umbanda, Candomblé, Ramatismo, Vale do Amanhecer... etc. Srs. antes de partirmos para esses vôos que se dizem futurísticos vamos estudar um pouco mais a doutrina, ou seremos aqueles leitores de muitos livros com pouco entedimento.
 
Janne
postado:
30/04/2011 16:17:14
Existe sim Espíritas Fundamentalistas! cadê o respeito ao Livre arbitrio
 
P.C.L
postado:
03/05/2011 07:20:04
Amigos, não nos desviemos do assunto em questão, nosso irmão Alan já previa todos esses ataques a doutrina, e todas essas dissidências ( ortodoxos, conservadores, fundamentalistas, andréluizistas... etc )só gera conflito e dúvidas. Deve haver outro forum aqui nesse site para que possamos discutir melhor.
 
Matheus Ribeiro
postado:
06/05/2011 14:40:07
Amém!
 
Luis Barros
postado:
14/05/2011 10:47:52
Tal como Chico Xavier, quando trouxe Nosso Lar e outras obras, também Robson está sendo alvo do mesmo tipo de ataques a novas revelações que o Plano Maior nos está dando. Dói não dói? daí a repulsa. Ainda bem que não sabemos as nossas vidas passadas como se fosse um livro aberto, senão o que seria? E já agora ninguém conhece dirigente espirita tipo Sol/Papisa? (só saem da cadeira do poder quando esta vira para o lado, velhos tempos não é?). De facto em Portugal há quem conheça estas realidades espirituais através do trabalho mediunico. Ainda bem que tudo está a ser compilado. Paz e Harmonia para todos.
 
VERDADE
postado:
19/05/2011 14:52:31
Se ele achou isso deste livro, espera ler então o livro ``A MARCA DA BESTA`` do Robson Pinheiro...... É uma pena a pessoa perder a chance de obter conhecimento com ignorancia, orgulho,...
 
P.C.L.
postado:
01/06/2011 07:45:07
E assim surge mais uma modalidade rentável de livros pseudo-espíritas e sua legião leitores, onde mais uma vez impera a confusão e o desvirtuamento da doutrina. E surge a questão como tratar os iniciados no espiritismo para que este observe onde começa e termina o Espiritismo.
 
Matheus Ribeiro
postado:
14/06/2011 16:25:48
ahahahaha, pelo jeito o amigo Dâmocles Aurélio não possui nenhum fã aqui... hahaha
 
P.C.L
postado:
28/06/2011 07:54:13
Caro Matheus, acredito que nosso irmão Dâmocles não tem a intenção de formar fã clube, e sim colocar em pauta sua opinião, para que nós na medidada da nossas possibilidades vanhamos colaborar com a nossa. Cabe também a nós fazermos uma avaliação, sempre criteriosa, de toda informação que vem com selo de espírita, e assim contribuirmos de forma racional para o equilíbrio da doutrina.
 
Matheus Ribeiro
postado:
01/07/2011 16:49:15
Amém!
 
Alexandre
postado:
05/07/2011 23:13:10
Ótima crítica, apresenta argumentos bem convincentes.
 
Alexandre
postado:
06/07/2011 11:45:50
Esse livro é muito estranho, usa termos inadequados e místicos, como Dragões, Mago Negro e etc.....fora outros equívocos. Por que usar tais termos ? Onde se encontra, neste livro, as mensagens edificantes que visam instruir e não provocar criações mentais sombrias nos leitores? Por que tanta crítica disfarçada ao Espiritismo ?(parece coisa de quem não sabe o que é Espiritismo). Se realmente foram espíritos que escreveram essa obra, um pé(ou os dois) atrás se faz necessário na leitura dessa obra. Distoa completamente do padrão visto em outras obras de luminares como André Luiz, Emmanuel e Miramez. Muita atenção.
 
Luiz Garibaldi Introcaso
postado:
06/07/2011 18:09:45
Li os livros e não vi nada do que a crítica acima relatou. Vi um aprofundamento das principais linhas de raciocínio da doutrina espírita assentada no Livro dos Espíritos. Não houve qualquer ofensa aos princípios evangélicos e espírita-cristãos. Caso o colega tenha se sentido ofendido, talvez seja porque vem acreditando no valor das coisas em si mesmas, e não na consequência moral que pode provocar nas pessoas. Acho absolutamente plausível tudo o que foi apresentado nos livros sob comentário. Apenas para reflexão, lembremo-nos que pelos ensinamentos, Nosso Lar está situada ainda em uma faixa umbralina, conquanto apresente tantas maravilhas e espetáculos divinos a seres em preparação para uma nova imersão na experiência físico-corpórea. Se assim é nesta faixa vibratória (transitória), cujas riquezas não conseguimos perceber pela simples leitura do livro, que se dirá de faixas vibratórias situadas no âmago da crosta terrestre , completamente fugidas da ação de um humilde raio solar? Nada do que dito nos livros em comento distoa do que lemos nas obras de André Luiz através de Chico. Lembre-se: se o ser humano, devido a sua pesistência na torpeza e no vício, pode chegar a forma ovóide, quão estranho não deverá ser esse caminho e como não podem ser utilizados por mentes inteligentes vinculadas ao mal? Sobre a vida maior, leia novamente Evolução em Dois Mundos e veja que lá André Luiz fala-nos sobre processos criativos da vida em um plano maior e outro menor, lembrando sempre que nossas palavras sempre reduzem o que foge à nossa realidade imediata.
 
Fernando Lemos
postado:
10/07/2011 16:07:41
Olá a todos, venho de uma familia Kardecista, inclusive uma das pessoas mais importates de minha vida abdicou de tudo e se mudou p uma pequena cidade no nordeste onde fundou dois centros, e com muita dificuldade, ajuda e fé esta ajudando muitos irmãos necessitados, eu sou umbandista de dna, amo o Kardecismo e esta pessoa de quem falo é minha mãe, e ela estudou muito, mas quando ela começou a estudar os livros do Robson descurtino-se um mundo de possibilidades q possibilitou um crescimento espiritual fora do comum p todos q a conhecem, e éla me ensinou uma coisa muito importante sobre a verdade, ela não precisa de ninguem p defende-la pois só as pessoas verdadeiramente comprometidas com ela podem encherga-la, e como é falado em varios livros psicografados pelo Robson e outros, nós Espiritas de todas denominações em nome do Bem temos q estudar e se preparar p o q vira, e, graças a Deus tem irmãos iguais a este q escreveu este texto acima p nos ajudar a acordar com suas criticas perigosas de um cego q não quer enxergar q o Espiritismo é o consolador não provocador de preconceitos, Este é constituido de várias frentes com nomes diferentes e doutrinas também de acordo com cada local e necessidade, vamos estudar p o amanhã e nos preparar p o q vem e Orar muito por essa s pessoas q enxergam mas não veem .Se vocês quiserem um exemplo de Amor e dedicação procurem sobre a História do Hino da Umbanda. Que Deus nos abençõe e o Cordeiro nos acompanhe.....
 
Biasetto
postado:
14/07/2011 13:19:16
Estes livros do Robson Pinheiro são um lixo. Acho que dá pra fazer uma boa fogueira com eles. tudo invencionice, fantasias, sem cabimento. Fora um monte dados absurdos. Ele diz que há 40 BILHÕES de espíritos perdidos nas trevas. Meu Deus, quanta besteira. Ainda há pessoas que se dizem espíritas, citam Kardec, e elogiam uma porcaria dessas. O Espiritismo brasileiro caminhou pra uma linha totalmente fantasiosa. Alguns leitores acreditam em tudo que se publica, sob o conceito de mediunidade. O que não faltam são estes falsos médiuns, escrevendo bobagens e mais bobagens. Nem o Chico, deixou de escrever fantasias, o que coloca em dúvida a mediunidade dele, também. Só pra saberem, Nosso Lar é uma adaptação da obra A Vida Além do Véu, do reverendo George Vale Owen. Há Dois Mil Anos, tem três páginas idênticas ao que se lê no livro de Ernest Renan, Vida de Jesus. Existem estudos históricos, mostrando que Publius Lentulus nunca existiu. O espiritismo brasileiro se deixou influenciar pelo catolicismo, distanciando-se da fundamentação científica, se transformando em uma propaganda de um criticável ``moralismo cristão-católico``.
 
Astria Ferrão
postado:
14/07/2011 23:53:45
Caro senhor Dâmocles, me pergunto se o senhor realmente leu o livro, ou somente o folheou a procura de `defeitos``. Sou da quarta geração de espíritas, kardecistas, frequentei a escola de evangelização infantil do GEAL (Grupo Espirita André Luiz) e a Mocidade Espírita da CME (Cruzada dos Militares Espíritas), e trabalhei como médium no CME, todos no Rio de Janeiro. Ou seja, considero q tive uma educação espírita bem ``ortodoxa``, por assim dizer. Li não só a trilogia completa de Robson Pinheiro, com li ``Tambores de Angola``, Aruanda``, Gestação da Terra``, ``Faz parte do meu show`` e mais uns outros quatro títulos. Assim como li 8 dos 10 livros da ´serie de Andre Luiz iniciada por ``Nosso Lar``, Todos os romances de Emannuel, todos os psicografados por Yvonne Pereira, diversos por Divaldo, etc. Em nenhum moneto me senti ``ofendida`` por Robson Pinheiro, enquanto espírita. Discordo sim de alguns conceitos dele, mas quem é que tem razão? Só Deus sabe, e no final, todos seremso apresentados à verdade. O que eu discordo do senhor é que os livros deles possam ``disvirtuar`` os espíritas, pois ele é um ``mistificador``. Ora, já Kardec nos alertou para sempre continuar estudando e sempre nos aprimorando, levando sempre em consideração o uso da razão e da lógica do amor e da caridade, em essência. Exageros (que talvez não sejam) científicos à parte, o que vejo na essência das obras psicografadas por Pinheiro é uma tentativa de alerta às pessoas sobre os espíritos perturbados e perturbadores que nos rodeiam ( e isso, toda a literatura espírita faz, há muito tempo), e fala sim, especialmente nas palavras de Pai João, sobre amor e caridade. E só por isso acho que as obras tem sua valia, pois estimulam o amor, a caridade e sobretudo, a vigilãnica, que em dias de ``fins dos tempos``, é uma recomendação altamente pertinente. Mas é só a minha opinião.
 
Biasetto
postado:
15/07/2011 12:40:42
Acho incrível, comentários que falam, que a obra vale pela mensagem... Oras, a obra tem que valer por tudo: a mensagem, a provável autenticidade do espírito e da mediunidade, a coerência do que se fala. Mistificadores, são mentirosos e falam um monte de bobagens. Então, não importa, se há alguma mensagem bonitinha, pois a falsidade é uma atitude leviana, que tem que ser excluída do meio espírita. Outra coisa, tem espírita que acredita em saci pererê, lobisomen, ...
 
Filipe Tomé
postado:
23/07/2011 11:02:17
`Por todo o ambiente eu levito, observo. O que não quero, evito, não levo ...` Black Alien... rapper carioca. Deus nos deu a inteligência e os sentimentos pra guiar nossa conduta. É nosso dever usar o senso crítico frente a toda informação nova. Essa agressão gratuita e esse sentimento de ofendido falam mais sobre o dono deste site que sobre o autor do livro.
 
Tonny
postado:
31/07/2011 17:40:43
Depois que Chico Xavier voltou para as lides espirituais, estamos vendo enxurradas de livros de quilate duvidoso. L.E. questão 551 Pode um homem mau, com ajuda de um mau espirito que lhe é devotado, fazer o mal ao próximo? Resposta: NÃO, DEUS NÃO O PERMITIRIA. então amigos, ou ficamos com Kardec e as obras básicas e subsdiárias, ou vamos para as fantasias, que aliás o povo gosta muito. Aconselho a fazer uma análise criteriosa de tudo o que lê, senão ficaremos como onda do mar, batendo de um lado para outro, sem saber que rumo tomar. abraços
 
Cícero Lima
postado:
18/08/2011 14:44:19
Olá a todos! Eu li a trilogia e confesso que fiquei impressionado, admirado mesmo com um panorama que até então não tínhamos conhecimento, pelo menos não da forma que é mostrada nos livros. Particularmente acho que devemos analisar essas informações sem censura; sem pré-conceitos; o fato do desconhecido causa em muitas pessoas essa reação que vemos nos comentários acima. Se não existisse um fundo de verdade nesses livros os espirítos evoluídos não permitiriam tais publicações, ou vocês acham que só o ``mal``contribui com informações para nosso orbe?
 
gariba
postado:
23/08/2011 16:36:53
8. - O Conteúdo do Livro. A bem da verdade não há conteúdo a ser analisado, uma vez que o Autor intercala verdades com inverdade; realidades com fantasias. Então não deveria existir esta resenha... Parece-me que esta pagina web serviu apenas para ataques pessoais ao escritor e seu editor... Estranho o fato do Sr Dâmocles não ter ao menos comentado, ou mesmo refutado alguns dos comentario a sua resenha.
 
felps
postado:
31/08/2011 23:34:16
Li a resenha. Como espirita fico bem chateado de um livro que se diz psicografado e que tem em seus 3 volumes nomes que remetem a literatura de terror. O unico objetivo de um livro desses é vender, e não instruir. O que me deixa mais indignado alem de uma porcaria de livro desses ser publicado é a opinião dos meus irmãos aqui nos comentarios. É muito facil se dizer espirita e não seguir preceitos. Dizer que Jesus e Deus é amor e por isso não devemos ter preconceitos. Não sejam cegos. É preciso sim separar o joio do trigo. Dou parabens ao dono do site pela critica. Essa coisas de ter a mente aberta, e dizer que o livro só vem a somar. Pelo amor de Deus! Não sejam ignorantes. É o mesmo que dizer `` o que vale é a intenção``. E isos é errado. O que deve valer é a instrução, e correta , se não não tem valia alguma. Lamento profundamente a eixsnte desses livros.
 
hélio Ricardo
postado:
08/09/2011 04:08:37
vcs são deuses..... todo mundo sabe que tem uma guerrinha besta da feb com as outras vertentes espiritas... fiquem sintes q tudo no mundo avaça... inclusive a kardecismo... q é um erro, pq se naõ se deve endeusar ninguem, pq colocar o Nome d kardeck como referencia de uma religião? a feb se cristalizou e quer julgar o certo e o errado onde não ha certo ou errado, Por fim... a feb só concede a divulgação do livro de quem participa da `cupula` e todos sabem do preconceito q a maioria do kardecistas tem com a umbanda e as demais vertentes de espiritualismo. então parem de ser hipocritas, o q é citado no livro com certeza não afeta os verdadeiros filhos do cordeiro.. mas sim os lobos em pele de cordeiro! sem mais!
 
Hélio Ricardo
postado:
08/09/2011 04:20:44
`Ora, que confusão. Só quem possui o duplo etérico é o Espírito encarnado e não pode ser aprisionado por um outro Espírito. O enredo do romance é muito infantil. `` Grifei Valeu Deus!!! Sabidão... para de estudar, vc atingiu o nirvana
 
Hélio Ricardo
postado:
08/09/2011 04:23:32
``Espíritos denominados de pombajira (vibração feminina de Exú) forma a polícia feminina do astral (cap. 3).`` Oljha o preconceito ai puritano... deus dos espiritos!!!
 
Hélio Ricardo
postado:
08/09/2011 04:28:09
``uma técnica obsessiva criada e desenvolvida pelo Autor, desconhecida até pelo Espírito Bezerra de Menezes. Haja vista, o Espírito Dr. Bezerra de Menezes `` ????????? Vc sabe q ele não sabia? ele pode siplesmente ocultar... tudo tem seu tempo.. eles não revelam as coisas nontempo errado!! seja mais humilde!
 
Hélio Ricardo
postado:
08/09/2011 04:31:24
!Depois que Chico Xavier voltou para as lides espirituais, estamos vendo enxurradas de livros de quilate duvidoso.`` Na boa... o Proprio Chico foi alvo de Duvidas enquanto estava vivo..... agora ele é santo... pq morreu!!! Perdi a paciencia.... odeio idiotas!!!
 
Hélio Ricardo
postado:
08/09/2011 04:32:10
* propio
 
Andrade Jr
postado:
12/09/2011 15:53:41
Não li o livro, mas acredito que toda critica tem que ser feita, seja ela boa ou mal. Hoje temos diversos autores encarnados/desencarnados na onda do fantástico e sobrenatural. A saga Harry Potter é um exemplo claro da fantasia que conquista multidões. Dragões, vampiros e outras coisas estão em alta no momento, levam o ser humano a entrar em um mundo imaginário. Vamos ter cuidado com que lemos, quantos livros já foram publicado relatando sobre umbrais e zonas inferiores. Esse tema não é novo, pelo que vi o escritor colocou alguns temperos para sair da mesmice e alavancar as vendas. Eu acho que esse livro está na onda dos grandes Best Sellers, tem capa e trilogia como: O senhor dos Aneis e o já citado Harry Potter. Vamos ter bom senso, até entendo a FEB, o papel dela é proteger a imagem da doutrina espirita, a liberdade de pensamento é livre, mas não devemos banalizar com diversos assuntos, perderemos a identidade que já tão prejudicada com com a palavra “Espirita”, utilizada erradamente por muitos que praticam ao atividade que envolva espíritos. Vamos Estudar e trabalhar.
 
Rogério F.
postado:
13/11/2011 15:26:11
Com todo respeito ao autor desse artigo (pois não irei entrar no mesmo campo enrgético que o moveu a escrever essa ``critica``) é exatamente por isso que não trabalho mais em centros espiritas e formei um humilde grupo de médiuns que a 6 anos visita os necessitados combatendo o mal, orando enregizando fazendo o evangelho no lar em nome de nosso amado Mestre Jesus. Siceramente amigo não vi tanto orgulho, fél e em momentos até raiva, na triologia de Robson. Como vi em que você escreveu, quando ao invéz de com humildade e amor no coração analizar toda a obra e ver o que não queremos ver, ages assim, com certeza não é a Jesus que serves com esse ataque. A critica que Robson e seu editor fazem é para essa atitude extrema que tiveste ao novo. No livro A MARCA DA BESTA, o principe dragão número 2 na hierarquia dos dragões bem avisa ``Os seguidores do Cordeiro combaterão ainda mais tenazmente entre si; os espiritualistas se perderão em meio as tempestades emocionais desencadeadas pelos dramas coletivos. Diagladiarão de tal maneira que ninguém desconfiará do fato de estarmos por trás, coordenando toda política, todo poder e recurso que o mundo emprega para mante-se no aparente equilíbrio a que estão acostumados.`` `` Lutam entre si, isolando-se uns dos outros com a ideia de que somente eles estão com a razão e doutrinariamente corretos. Seus missionários estão desvitalizados de tanto degladiar-se. Disputam que mentor é o mais iluminado ou dotrinário , qual dentre eles está obsidiado e quem está mistificado.`` Os centro espiritas infelizmente estão repletos de filósofos, enquanto o povo adoece espiritualamente nos seio familiar. E os filósofos estão lá nos centros edificados esperando que eses doentes caiam aos seus pés. Memo assim, os cobrem de palestras enfadonhas, atendiemnto que é bom, muito pouco. Então meu amigo vá e pregue, faça a verdadeira caridade que nos mandou fazer Jesus. ``Onde dois ou mais estiverem em meu nome lá eu estarei`` Ele não falava apenas de encarnados mas também dos nossos iluminados espiritos do Altíssimo. Este médium está sendo atacado em sua obra assim como foi `` Memórias de um suicida`` de Yvonne Pereira. Lamentável que não estamos nos preparando e nos unindo para a nova era que nos avizinha. Estamos enclausurados nas edificações espiritas enquanto que o mals e sua turbe se instala dentro das casas familiares. ``Ó RAÇA INCRÉDULA E DEPRAVADA ATÉ QUANDO ESATAREI CONVOSCO?``Mas a maior mentira que o demonio contou aos pobres mortais, foi que ele não existia mesmo!
 
REGIS
postado:
25/11/2011 13:54:11
FUI MUITO TEMPO ESPIRITA, E HOJE GRAÇAS A DEUS, SOU UMBANDISTA. POMBAGIRA NÃO É VIBRAÇÃO FEMININA DE EXU, SE NÃO SABEM O QUE É, NÃO TENTEM ADIVINHAR E ELA ESTÁ MAIS PRESENTE NA VIDA DE VC`S DO QUE IMAGINAM, INCLUSIVE EXU TBM, QUEM FAZ A SEGURANÇA DOS LARES KARDECISTAS EM? QUEM LEVA-OS ATÉ O ABISMO AO UMBRAL? QUANDO PRECISAM DESCER QUEM OS GUIA? PODEM RESPONDER? *DEUS ESTÁ EM TUDO E EM TODOS A TODO TEMPO E O TEMPO TODO, N PRECISO CITAR O NOME DE DEUS PARA FALAR SOBRE ELE.CERTO? FAZER RELATOS APENAS DE COISAS SUBLIMES, CLARAS, CEU E COISAS LINDAS É FECHAR OS OLHOS PARA REALIADADE QUE VIVEMOS.. PRECISAM APRENDER COMO FUNCIONA A LEI NO EMBAIXO E OS IRMÃOS QUE TRABALHAM PARA LEI DIVINA NESTES LUGARES, PRECISAM FECHAR OS OLHOS AO PRECONCEITO E BUSCAR O CONHECIMENO ALÉM DO QUE TEM NOS LARES KARDECISTAS.... COMO LI AQUI, UM IRMÃO DIZENDO, NOS LARES ESPIRITAS ESTÃO CHEIOS DE FILÓSOFOS, FALTA TRABALHAR.... CRITICA TOTALMENTE DESNECESSÁRIA, SOA MAIS COMO INVEJA DO QUE OUTRA COISA. ABRAÇOS AXÉ LAROIÊ
 
WAGNER DA SILVA RODRIGUES
postado:
26/11/2011 13:42:59
ADOREI A TRILOGIA ..........TÁ
 
Duanne Moreira - MS
postado:
30/11/2011 12:23:22
Bom, sempre acho que leitura nunca é demais! Estou terminando de ler Legiões e pretendo ler os outros dois livros. Posso dizer que esse livro está ampliando meus conhecimentos e me ajudando a entender mais esse mundo. Sou espirita e não concordo quanto as criticas desse livro. Mas cada um com suas idéias.
 
habith
postado:
30/11/2011 22:28:45
amigos.... a visão de alguns indivíduos sobre o certo e o errado é repgnante.... se isto viesse sozinho seria melhor... mas a ignorancia vem junto com a falta de respeito pelas opniões dos semelhantes e isto confirma a visão obtusa e totalmente fanatica pelo seu egocentrismo, pensando que todos devem ser como ele e concordar com ele. lembramos tolerancia e respeito andam juntos, mesmo com opniões que nao aceitamos, mas temos que respeitar.. sucesso e bons caminhos a todos...
 
Luciano N. Cabral
postado:
04/12/2011 12:42:09
Nao li Legiao, mas outras obras. No momento, leio A Forca Eterna do Amor. Gosto das ideias do autor, mas notei discrepancias com a Doutrina Espirita e resolvi buscar a posicao da FEB. Ja havia sentido duvidas com relacao a outros livros dele, e talvez fosse mais util uma conversa franca e esclarecedora entre as partes do que ataques reciprocos e cheios de partidarios de cada lado...
 

postado:
06/12/2011 13:11:46
 
Larissa Cuz
postado:
06/12/2011 13:12:44
Sinceramente, fico abismada... A Terra está cheia de advogados brigando por suas próprias causas... Se você leu e concorda, excelente! Se leu e não concorda, exclente! Ninguém merece ser alvo de chacotas do ego de ninguém. E, na MINHA opinião, a libertação desse ego agressor é agredido é o caminho. Paz.
 
rodrigo
postado:
19/01/2012 10:49:20
Meu irmão, como vc é incredulo e ignorante, e o q é pior, vc é um dos maiores cegos q ja pude ter noticias no mundo material, é do tipo q nao tem ainda maturidade de compreender e aceitar os fatos e ainda tenta denegrir e impedir q outros tomem o conhecimento da verdade.
 
E.Daleck
postado:
04/02/2012 13:57:01
Queridos irmãos. Vamos parar de brigar e discutir. Essa é a opinião dele e não podemos mudar! Eu gosto muito da Doutrina Espírita e há 4 anos convivo com um evangélico protestante cujo os pais são pastores (não tenho nada contra), no início da nossa união meu marido pegava muito no meu pé por causa da doutrina ``é coisa do diabo, Deus não gosta, etc e tal.`` um belo dia eu simplesmente virei pra ele e disse: `` Quando morrermos saberemos quem tem razão`` e ele concordou e parou de falar mal, ainda não aceita mas deixou pra lá. Gente estudem história e vejam quantas pessoas foram mortas por acharem que sua crença eram a correta. Já ouviram falar da inquisição ou da cruzada? Pois é, vamos parar com isso pois o mundo passa por transformações e fikar gastando tempo e enrgia com discussao não dá! Todos sabemos sobre os falsos profetas mas, também, sabemos que através do fruto se conhece a árvore. Deus é o verdadeiro conhecedor de tudo e, a justiça pertence a ele e somente ele poderá julgar e `` condenar`` quem é certo e quem está errado. Vamos fazer a nossa parte que é rezar, vibrar e estudar para melhorarmos e deixa que Deus e a espiritualidade façam o resto. Beijo a todos, fikem com Deus!
 
Veronica
postado:
25/02/2012 18:36:25
Acho que cada um deve respeitar as opiniões de cada um, sem restrição à Umbanda tb, o que percebo pelos médiuns kardecistas é um certo preconceito com nossos irmãos umbandistas. Se você é espírita, siga o exemplo de nosso Mestre Jesus, siga o seu caminho fazendo o bem e não tendo tempo para fazer críticas às outras pessoas
 
Sergio
postado:
25/02/2012 18:39:14
Não gostei do site, critica muito.
 
Muriel
postado:
01/03/2012 22:52:57
Eu fiquei impressionado com a quantidade de ``Donos da verdade``. Eu ficaria o dia inteiro em frente ao PC para ler tantos comentarios e com uma extensao incrivel. Nao vou dar minha opiniao do livro pois sou iniciante nos estudos espiritas. Mas o pessoal poderia resumir suas opinioes para facilitar.
 

postado:
02/03/2012 07:09:23
 
Ana Paula Freschi
postado:
11/03/2012 19:48:40
Legião, como os outros livros da trilogia, tratam justamente disso, a manipulação dos homens, que se acham os porta-vozes da verdadeira ``VERDADE`` ou ``PALAVRA DE DEUS``, como pastores, padres, governantes e até espiritas, com o intuito de desestabilizar a religião desviando o pensamento da humanidade dos ensinamentos do Cristo. E parece que essas entidades conseguiram com o sr. Dâmocles Aurélio. Uma coisa no livro que me convenceu sobre a possível veracidade dos fatos ali apresentados foi, a ``previsão`` da crise econômica dos EUA de 2008, o livro foi publicado em 2006, deve ter demorado algum tempo para ser escrito e editado, pelo menos 1 ano. Não me parece especulação. O livro serviu para que eu abrisse meu pensamento para uma área aparentemente, esquecida ou ignorada pelos os espiritas de hoje, mas não foge aos esclarecimentos de Kardec.
 

postado:
14/04/2012 08:12:56
 
Mari R
postado:
19/04/2012 13:47:04
Eu procurava um critica a esse livro para esclarecer minhas idéias a respeito dele, pq não consegui chegar a uma conclusão sobre seu conteúdo. Mas tenho que dizer que o que li aqui não ajuda, pelo simples fato que não contra argumenta, só se mostra ofendido com as criticas feitas aos espíritas. O espiritismo não é intocável, e o espírita que age como se fosse detentor da verdade absoluta já está em erro. Por princípios os espíritas devem ser mais humildes que os adeptos de outras filosofias e religiões.
 
Paulo Z.
postado:
25/04/2012 10:55:29
Olá a todos que ler este comentário, vim aqui para procurar algum comentário do livro, alguma informação sobre a obra e tudo que conseguir ler (e nem continuei depois do tópico 2) era uma critica destrutiva do livro. Vi reclamação que no livro junta espiritimos, umbanda, ocultismo e teosofia na mesma obra e sobre a editora que não é 100% espírita, mas o que o autor desta critica esquece é que não adianta falar que não acredita na umbanda ou ocultismo e ficar usando um cabresto só para o espiritismo porque todas as religiões falam e são partes da mesma coisa, da mesma busca que é a luz interna sua e a melhora moral perante seu próximo e você mesmo, fico triste de saber que em plena nova era ainda exista pessoas que acham que só um religião está certa, essas pessoas esquecem que o TODO não é só a Terra e que existem milhares de espíritos no universo inteiro (imaginem quantas religiões existem o universo) é como Jesus disse: Há muitas moradas na casa de meu Pai. Para aqueles que acham que só sua religião fala a verdade pense e sinta no fundo do seu coração se é só aquilo que falam na sua religião que é a verdade, pense e sinta se não é igual ao um quebra-cabeça que vai juntando as peças(religiões) e quando completar terá uma imagem (a verdade). Para finalizar os espíritos que nos auxiliam nas centros espíritas e centros de umbanda e em outros lugares, eles não são só daquela religião, eles são espíritos que tem só uma religião que é AMOR E DEUS NO CORAÇÃO.
 
Saulo
postado:
01/05/2012 11:06:25
Concordo com as críticas do amigo, principalmente porque a critica também opera a favor de nós mesmo, principalmente quando é feita com coerência. O amigo Robson Pinheiro errou em conceitos básicos como imortalidade do Espirito e Involução, porque sabemos que o espirito é imortal e ele cita a destruição do mesmo, e a involução sabemos que também não existe, básico do básico. Talvez todos aqui devessem ler toda obra de Kardec novamente, porque conceitos simples estão sendo deixados de lado.
 
Camila
postado:
05/05/2012 21:07:09
O livro é maravilhoso!! Infeliz do amigo que o critica com tal desprezo. Fico muito triste em ver como o espiritismo não está conseguindo se suportar com tantos olhares diferentes dentro de uma mesma religião, que deveria ser de irmandade, de companheirismo e de fé. É um absurdo ver o mundo como está hoje e esse monte de gente se perdendo em blá blá blá por causa de uma religião. O pensamento o amigo que fez a postagem é engessada sim. E quem perde com isso é o próprio espiritismo que ao invés de seguir a diante fica estacionado. Apostaram que conseguíamos a fazer algo diferente do que todo mundo fez com Chico, Divaldo e com o próprio espiritismo que demorou tanto para ganhar confiabilidade. Nós podemos mais!! Nós podemos deixar de sermos ridículos e assumirmos que existem inúmeras coisas que desconhecemos e que nem por isso elas não existam.
 
Bruno...
postado:
07/05/2012 23:49:14
Seu site é uma merda, igual a suas opiniões. Crítico...hum, palhaço...isso sim!!! Você não desenvolve um trabalho importante. creio eu, e ainda por cima tenta atrapalhar quem trabalha pelo bem, pelo progresso.... Sobre o Robson Pinheiro...Um Grande e corajoso médium. Não preciso falar mais nada. ``Sua ignorância falou tudo, ESPÍRITA você se diz?... Parece mais um inquisidor medieval cheio de preconceitos...`` ``Mostra-me tua fé sem tuas obras, que pelas minhas obras eu mostro a minha fé``. Isso o Robson faz e você?
 
Saulo
postado:
07/06/2012 15:37:43
Na verdade todas críticas, por mais duras que sejam, tem que serem ouvidas e analisadas, e o caro amigo Dâmocles foi de certa forma rígido e desrespeitoso, mas verdadeiros são seus argumentos, toda crítica que fez tem fundamento lógico, vejam o trecho do livro: "Além de relatar uma excursão a uma cidade do Umbral, onde havia um mago negro, líder da comunidade, formada exclusivamente por Espíritos que foram religiosos na Terra: espíritas, católicos e pro-testantes", estranho, nenhum umbandista? seria porque o autor é desta religião? seriam só os espiritas, católicos e protestantes dementados? Fora outros detalhes, há uma depreciação dos espiritas de forma proposital do autor.
 
Murray
postado:
22/06/2012 02:07:24
Apesar deste post ter quase dois anos, nunca foi tão atual e lúcido o que você escreveu. O que eu noto e sinto , é que existem grandes elites querendo ser a nova luz, o novo centro da razão e da fé e desmerecem a doutrina dos espíritos aplicando psicologia reversa com sofismas, muito bem colocados e ardilosamente elaborados. Eu escutei uma palestra deste autor e vi que espírita, ele não tem nada. Estava interessado em ler este livro por estudos, mas você é a segunda pessoa que menciona estes fatos. A primeira pessoa me disse que se tu não tiveres uma boa formação doutrinária, você vai acreditar cegamente no que está escrito no livro e vai acaba virando espiritualista que acredita em tudo, aí vamos ficar dentro literalmente dentro de uma caixinha de ilusões. Eu participei por um tempo de um grupo que estuda a tal `` fraternidade branca`` e escutei de tudo,inclusive que o líder deste grupo de ascensos seria o novo ``governador`` da terra. Engraçado é que não foi bem homem em descer aqui e sofrer o que Jesus sofreu, preferiu ficar segurando uma taçinha dourada e dizer ``eu sou isso`` ``eu sou aquilo`` e usar frases batidas e floreadas .... Me parece que a literatura mistificada da Sra Blavastky está aderindo a mais adeptos que ficam maravilhados com essa luz que cega e faz as pessoas perderem a razão.... e como um bom estudante, você seguiu a risca o que Kardec sugere, em sempre analisar tudo minuciosamente com a razão. Meus parabéns !
 
Welington
postado:
25/06/2012 10:00:11
Não li o livro ainda, mas li todos os comentários aqui postados, e cada vez mais, creio que as religiões são causa de pequenos embates, combates, guerras, mortes, enfim, desunião. Creio que a espiritualidade pode e deve ser praticada dentro de qualquer religião ou isoladamente de qualquer religião. Creio que a espiritualidade, independentemente de qualquer religião é causa de união. Lembrem-se que Jesus não professava nenhuma religião, apesar de respeitar todas elas. Um abraço a todos, fiquem com Deus. Welington.
 
Marcelo Dias
postado:
28/06/2012 18:47:50
Ser espirita é ter mente aberta, o mundo do espitismo não gira em torno somente de Luz e Paz... Basta ler todas as obras de Alan Kardec, estude um pouco e verás que tudo esta lá, só não vê quem pensa ser melhor que os espiritos, ignorângia é parte do aprendizado de qualquer espirita. Se você fosse um pouco mais sensato saberia que não só de luz se vive um espirito.
 
Ricardo
postado:
01/07/2012 23:37:32
Muita gente dando opinião com raiva ou dando de santinho. Centro espírita é lugar de maluco problemático e uma cota pequena de colaboradores é que sustentam o equilíbrio dos centros. As juventudes estão perdidas, incusive as espíritas. O livro só mostra que DEUS nos largou em uma batalha intergalática para sermos devorados por répteis (ridículo). VAMOS LIMPAR BUMBUM DE NENEM E DE VELHINHO!!!!!!! É o que precisamos....
 
Silvana
postado:
02/07/2012 21:22:57
É bom ver essa movimentação. Esse artigo é de 2010 e até hoje pessoas ainda comentam. A princípio como estudante do kardecismo (leiga na umbanda), achei meio ficção, porém passei a estudar os elementos trazidos no livro. São livros para serem estudados e não apenas lido como romance! Hoje tenho uma visão mais ampla da umbanda e do kardecismo. Cresci no Kardecismo e hoje acredito que a umbanda é um complemento da doutrina espírita kardecista, ou vice-versa. Ela traz elementos da natureza e abrange um público diversificado. A linguagem da umbanda é uma linguagem mais simples, é como se fosse ``do povo para o povo``. O livro traz elementos importantes para reflexão. A doutrina aos poucos vem sendo revelada e precisamos estar preparados para essa revelação e namadurecimento dessas novas informações..
 
Silvana
postado:
02/07/2012 21:24:27
Não nos esqueçamos da caridade e do mor ao próximo, que é o que está faltando hoje em dia....
 
Jose Castro
postado:
08/07/2012 12:14:31
Dâmocles Aurélio. O livro não diminui o espiritismo e não ofende nenhum a espírita. Ao contrário, prega a união das pessoas em torno da caridade. Porque você não convida o Robson Pinheiro para um debate virtual? Porque você não realiza essas perguntas e críticas pessoalmente com ele e registra em vídeo e disponibiliza aqui??
 
Carlos Diego
postado:
08/07/2012 21:39:21
Quando eu leio um livro eu tento retirar o que me convém! E se a leitura não é do meu gosto eu paro antes de começar julgar. Amigo o papel do espírita não é julgar o trabalho alheio e sim aprecia-lo nas condições de seus feitos. Estude mais o Evangelho pois ele sempre me ensina. Fica a dica para todos nós.
 
J. Crivelaro
postado:
12/07/2012 13:06:25
Ainda, bem que Deus perdoa a todos e a tudo. Sou espírita e estudo o mesmo, contudo, fico impressionada como esta tal de FEB, manda e dizmanda, julga e condena, e quem é que comanda a FEB, na maioria com seus egos enaltecidos esquecem, que são homens e não espíritas suplantando as suas vontades a não a dos espíritos. Outro detalhe que fico super chateada, é com o desprezo e descaso que tratam a Umbanda, pois grande parte dos trabalhos espirituais somente é executado graças e colaboração destes e os grandes espíritas da FEB divulgam? É claro que não, pois ofenderia os brios desses pobres e reles mortais. Sabemos que temos que progredir, contudo enquanto houver estes MENTECAPTOS, regendo a doutrina espírita, haverá a estagnação.
 
Fernando
postado:
12/07/2012 23:09:35
Tipo, eu estava procurando por informações pra ver se não era uma perca de tempo a leitura do livro. Mas admito que me assustei com a critica agressiva. Não importa a seriedade do autor fica evidente na agressividade do comentarista a falta de maturidade para lidar com fontes positivas, negativas e/ou duvidosas à fé espirita.
 
CAROL
postado:
15/07/2012 22:56:07
Nunca vi tanta IGNORÂNCIA! BURRICE! PRECONCEITO PURO...
 
Patricia
postado:
16/07/2012 22:42:37
Olha gente, tem postes aqui q eu realmente não esperava encontrar no meio espirita. Não compreendo que tantos ensinamentos que é para abrir a mente acabam por ser verdadeiras traves diante dos olhos. O que interessa é o conhecimento absorvido. O que é bom absrove, o q não é descarte. Assim vivemos. Ja aprendemos, esta nas teorias espiritas, que das mais absurdas situações, a espiritualidade em sua sabedoria tira proveito para o Bem. Entao amigos respeitemos o nosso próximo e eleve-se em seus sentimentos, busque o equilibrio e se mantenha harmonizado. Pedimos a Jesus que nos abençoe e nos conceda sabedoria...
 
Fabio Iumatti
postado:
17/07/2012 12:05:29
PERFEITO. Isso mesmo, essa discussao toda é parte fundamental do Espiritismo. Dela procuremos as nossas opinioões ante a razão. Muito bom ver essas opinioes, cada qual se colocando. O bom senso e a inocencia permeiam. Mas a obra levantou esse momento e isso valeu a pena. Ela é de espirito pseudo-sabio do L.E. e serve para que desenvolvemos o senso critico e apontar os descaminhos que essa doutrina pode levar se nao for fiscalizada pelo olhar critico e providencial dos que prezam os ensinamentos do consolador. Apenas se trata de uma obra umbandista e nao espirita.
 
FERNANDO CASTELLO
postado:
17/07/2012 18:54:31
È LAMENTAVEL VER QUE O ESPIRITISMO AINDA TEM PESSOAS QUE NÃO APRENDERAM A COMPREENDER, QUE MUITO AINDA HA POR SER DESVELADO NOS MISTÉRIOS DO ALÉM TUMULO, E QUE A PALAVRA FINAL NÃO FOI DEIXADA POR ALLAN KARDEK OU CHICO XAVIER, DENTRO DE SUAS DICERTAÇÕES JAMAIS AFIRMARAM SEREM OS DONOS DA VERDADE, E QUE MUITO AINDA HA POR SER REVELADO POR PESSOAS COMO TALVEZ O SR ROBSON PINHEIRO E SEUS MENTORES. PODERIA ATÉ NÃO ACEITAR O CONTEUDO MAS TORPEDIALO COM INJÚRIAS E CALUNIAS SOMENTE COMPROVA O PIOR DOS ESPIRITAS VAIDOSOS E SEM PONDERAÇÃO.
 
EDSON
postado:
22/07/2012 10:51:05
TESTEMUNHO: 1 - AGRADEÇO AO PREZADO IRMÃO DÂMOCLES AURÉLIO. SEUS COMENTÁRIOS COMEÇAM ANALÍTICOS, SE DESENVOLVEM COM EQUILÍBRIO ENTRE A RAZÃO E A EMOÇÃO (COM PITADINHA AZEDA DE LIMÃO – SEM SAL NEM AÇÚCAR), CONCLUINDO SEU RACIOCÍNIO COM FRASES TEMPERADAS DE CRÍTICAS ÁCIDAS. PARECE ATÉ CONVERSA DE PORTA DE FRATERNIDADE ESPÍRITA! 2 - CERTO É QUE A POLÊMICA GERA CURIOSIDADE. E GRAÇAS ÀS POLÊMICAS LEVANTADAS PELO CARO IRMÃO, MINHA CURIOSIDADE FOI MUITO AGUÇADA. NÃO RESISTI. LI OS DOIS PRIMEIROS E ESTOU APRECIANDO O TERCEIRO LIVRO DA SÉRIE. GENTE: É DE ARREPIAR!!! ALGUMAS PASSAGENS ME TRAZEM À MENTE COMPORTAMENTOS DE ALGUNS IRMÃOS QUE SE ARVORAM EM ESCLARECEDORES (TALVEZ VÍTIMAS DO EGO – QUEM ESCLARECERÁ, OU DARÁ A PALAVRA FINAL NO ESPIRITISMO?), E SE CERCAM DE VERBOLOGIA REBUSCADA PARA SE COLOCAR COMO DEFENSORES DA FÉ ESPÍRITA. 3 - LEMBRO-ME BEM DE QUE KARDEC ESCREVEU “PELAS ATITUDES SE RECONHECE O VERDADEIRO ESPÍRITA” E DEPOIS EXERCITOU O DITADO QUANDO QUESTIONADO POR INTRANSIGENTES IRMÃOS (POR QUE NÃO TAMBÉM – “PRECIPITADOS EM JULGAR”?) RESPEITAVA A TODOS, OUVINDO-OS, LENDO-OS (QUANDO A CRÍTICA ERA ESCRITA) E DEPOIS RESPONDIA COM LÓGICA E MAESTRIA, SEM AGREDIR NINGUÉM. AO CONTRÁRIO, ALLAN DEMONSTRAVA HUMILDADE ELEVANDO OS CRÍTICOS LHES DANDO RESPOSTAS COM ARGUMENTAÇÕES SÉRIAS, PONDERADAS E SEGURAS. 4 - PAULO DE TARSO, O APÓSTOLO DOS GENTIOS, FEZ UMA REVOLUÇÃO NOS DOGMAS DA IGREJA NASCENTE, AO DECLARAR AOS DEMAIS APÓSTOLOS QUE ENSINARIA O EVANGELHO AOS GENTIOS (AOS NÃO JUDEUS), E VENCEU COM A OPOSIÇÃO (OU SEJA CONVENCEU). MAIS À FRENTE ESCREVEU: “LEIO A TUDO, GUARDO O QUE É BOM” E “TUDO POSSO MAS NEM TUDO ME CONVÉM”. ORA A CADA UM É PERMITIDO O CONHECER, O ANALISAR E O UTILIZAR (PARA O BEM OU PARA O MAL - SENDO QUE O ESPIRITISMO PREGA QUE APRENDAMOS EM TODAS AS OPORTUNIDADES). 5 - NOSSO MESTRE MAIOR, JESUS CRISTO, JAMAIS SE NEGOU A OUVIR O QUE OS DEMAIS LHE DIZIAM: FARISEUS, SADUCEUS, LEVITAS, JUDEUS, SAMARITANOS, RICOS, POBRES, POSSESSOS, PUBLICANOS, PROSTITUTAS, LEPROSOS, MANCOS, CEGOS E COXOS (COMO É ADMIRÁVEL A PACIÊNCIA DO MESTRE! SÓ COM MUITO AMOR A NÓS!) E NOS OUVINDO, SEMPRE NOS ENSINAVA, ATÉ MESMO COM SEU SILÊNCIO. AGRADECIMENTO: ``IRMÃO DÂMOCLES AURÉLIO, MUITO OBRIGADO! SUAS CRÍTICAS DESPERTARAM MINHA CURIOSIDADE. AGORA ESTOU LENDO O CONTEÚDO DO TRABALHO QUE ORIGINOU SUAS ANÁLISES. TENHO TIRADO MUITOS ENSINAMENTOS BONS E REFLETIDO SOBRE MINHA NECESSIDADE DE EVOLUÇÃO PARA ME TORNAR MELHOR E TENTAR TORNAR O MUNDO MELHOR.`` VIVA JESUS!
 
Vivine
postado:
03/08/2012 20:31:30
Nossa!! Essa argumentação do colega vem de um conteúdo emocional muito pezado. Parece ter raiva ou indignaçao.É inveja? kkrs Bom, o cara pode até apresentar no livro um conteúdo fantasioso que faça as pessoas acreditarem no que diz, mas pegou pezado esse sujeito. Nao sou espirita e nao acredito nestas coisas, mas acho que para se falar de algo é preciso ate ter classe para não ofender tanto as pessoas. Ele diz que o sujeito ofende o espiritismo, mas ao que parece ele mais ofende do que prega o que acredita. Não conheço muito o espiritismo, mas parece que ate nesta doutrina as pessoas se agridem umas as outras e não se preocupam com a essencia do amor e da caridade. O unico cara que conhço que fala muito bem sobre o espiritismo e que todos tem o maior respeito é Chico Xavier. Diante desta briga, me deu ate vontade de ler este livro.kkk Ele com esta critica esta dando mais hibope do que convencendo ao contrário.kkk
 
Claudius
postado:
06/08/2012 01:46:40
A VERDADE ABSOLUTA É ATRIBUTO DA DIVINDADE. E SENDO DEUS ONIPOTENTE, ONISCIENTE E ONIPRESENTE A VERDADE ESTARÁ EM TODA PARTE. LOGO, A VERDADE NÃO PERTENCE EXCLUSIVAMENTE AO ESPIRITISMO NEM AOS QUE SE DIZEM ESPÍRITAS. ADEMAIS, A VERDADE QUE NOS É SUPERFICIALMENTE REVELADA NESTE ESTADO ILUSÓRIO ESTÁ SEMPRE SUJEITA A MUDANÇAS, DE ACORDO COM O PROGRESSO DA HUMANIDADE.
 
Renato Cardoso
postado:
06/08/2012 19:19:50
Restringir a busca do ``amar ao próximo`` ao kardecismo é transformá-lo em mais uma igreja, e já as temos em demasia (necessárias, todavia). Se podemos chamar algo de pecado, é nossa tendência ao separatismo. Todo rótulo para a verdade torna-se temporário, e devemos sempre estar preparados para a próxima antítese que vai melhorar nossa tese, criando uma nova síntese, num processo que melhora continuamente nossa percepção da verdade. Conheço poucas teses que resistem à maioria das antíteses, a maioria recebidas diretamente do Mestre, como a máxima ``pelos frutos os conhecereis``. Oremos sim, mas é no vigiar que captaremos as respostas do Alto, e elas virão na medida em que nos tornemos aptos a compreendê-la.
 
Tereza Abranches
postado:
08/08/2012 16:22:53
Fico entristecida de vver como os ``Kadecistas`` se julgam donos absolutos da Verdade e se tornaram tão ortodoxos quanto qualquer religião que não vê o Todo. O próprio Kardec nos inspira a estudar, mas infelizmente, os chamados Kardecistas não aceitam nada que Kardec não tenha dito. O Terceiro Milênio está aí e anda há tanta gente com pensamentos engessados e retrógrados, agarrados apenas à Codificação. Pena...
 
Allan
postado:
16/08/2012 18:29:32
Pesquisei muito sobre o autor e suas intençoes li os seus livros mais importantes e o Legiao, ainda vou ler os demais da trilogia. Sabemos que só podemos emitir opiniao a respeito do que aprendemos e vejo, pelos comentarios acima que muitos nem se quer estudaram a doutrina se é que sao espiritas (pois até o termo Kardecista empregaram), e tao pouco leram as obras do autor criticado. Concordo com o critico e agradeço ao mesmo por ter a coragem de se expor ao ponto de ser tambem criticado negativamente. Mas aos desatentos: é perceptivel claramente que o autor ou autores (se é que exista um espirito autor) contraria ou tenta desconstruir principios basicos das leis universais como a Lei de Amor e Lei do progresso. Para passa tempo é semelhante ao Senhor dos Aneis, rsrsrs, até mago branco (Ghandalf) e mago negro tem!! `Espiritas amai-vos, e, INSTRUÍ-VOS.`
 
Denis
postado:
23/08/2012 10:48:56
Pessoal estudar tudo aquilo que envolve um trabalho! Se conheço espiritismo e estou lendo sobre umbanda tenho que estudar a umbanda, por que os termos usados em outras religiões podem ser as mesmas de outras com palavras diferentes! Estudem sempre ler um ou outro livro não quer dizer nada, estudem sempre e tudo que envolve o trabalho!
 
Fernanda Vendeiro
postado:
27/08/2012 11:37:40
Um dos melhores livros que já li... Só gosta, a alma desnuda de vaidade e prepotência em achar que Deus distingue religiões.
 
Thalita Martins
postado:
01/09/2012 17:00:49
Lendo tudo isso, deparo - me com um excesso descomunal de agressoes misturado a alguns beneficios que o livro citado oferece a algumas pessoas. Parece que ha um medo e uma inveja incrivel de que o "diferente" possa mudar a rotina das coisas. Se estas obras vem de algum projeto estabelecido pelos amigos maiores para a humanidade, nenhuma destas frases que denigrem ou aplaudem interessa. Se beneficia e presta socorro clareando a vida das pessoas isto e mais importante. A critica que faço de estes livros e nenhuma, entretanto, considero que nao chegam a alcancar a propria instituiçao e seus coordenadores. Hje , coordenada por outros. vem transformando o voluntariado em iteressados a se promoverem profissionalmente, motivando a competiçao interna em detrimento de quem esta ali em prol da proposta da doutrina espirita.Alguns coordenadores chegam a fazer exigencias como se estivesse dentro de uma empresa sem se preocupar em estimular o trabalhador que enxerga a atividade como um lugar de dedicacao simples e amorosa do Cristo.Se os livros nao podem ser considerados espiritas a instituicao tambem nao, pois o proprio voluntariado expressa isso nas suas relacoes internas.Tudo e aparentemente belo e instigante aos olhos de quem vem de fora em determinados eventos.Enquanto estes livros estao sendo vendidos e Robson sendo maquina de produzir dinheiro para cobrir dividas ou construir outros prjetos, outros querem ir mais alem do que podem e aproveitar da situaçao para se promoverem profissionalmente. Se os livros nao podem ser considerados espiritas aos olhos dos irmaos, a casa tambem NAO neste sentido.O proprio voluntariado torce para que as atividades nao acontecam atraves de fofocas e nao envolvimento real.O espiritismo nao e estudado em sua essencia. Muitos se dedicam descomunalmente em prol de um cargo diminuindo quem esta do seu lado. Quem coordena alguma atividade age ou se comunuca de forma gossera ,implantando um sistema de mando e militarismo, a ponto de espulsar pessoas que muito contribuiram ou contribuem para seu trabalho.Em um ponto concordo que a instituicao nao tem mesmo o perfil de evangelho, amor e caridade com que o espiritismo leva em seus estudos doutriarios. Se fosse assim, realmente seria uma casa espirita.Estao muito preocupados em vender tais livros e alcancar multidoes , mas nao medem palavras em agredir verbalmente , exoplorar e matratar quem esta la dentro em prol de coisas materiais, a ponto de testar emocionalmente a fe das pessoas que acreditam e ficam e estes por falta de amor proprio vao ali permanecendo por acreditar naquilo que nao podem ver e se submetendo a testes de fidelidade a uma causa que aprisiona e fere a fe de quem realmente seja honesto no que acredita.Nao existe amor e caridade e sim interesse e estimulo para uma competiçao de quem pode subir de cargo ou se promover profissonalmente dentro da casa espirita.Se os livros geram esta polemica, a instituicao permanece em crise refletindo o estado mental gerado por este tipo de discussao. Se realmente existe uma finalidade do plano espiritual para o lancamento destes livros pelo menos que haja mais amor e respeito quem faz parte e acredta no que este medium escreve.Fiz parte desta instituiçao a 5 anos atrz e das noticias q recebo sempre foram as mesmas, parece que nao muda.Espero que os livros que ainda escrevem faça parte realmente da parte pratica deste grupo ja que dizem fazer tanto sucesso e se considerarem melhores que todos.
 
Thalita
postado:
01/09/2012 17:25:38
Lendo tudo isso, deparo - me com um excesso descomunal de agressoes misturado a alguns beneficios que o livro citado oferece a algumas pessoas. Parece que ha um medo e uma inveja incrivel de que o "diferente" possa mudar a rotina das coisas. Se estas obras vem de algum projeto estabelecido pelos amigos maiores para a humanidade, nenhuma destas frases que denigrem ou aplaudem interessa. Se beneficia e presta socorro clareando a vida das pessoas isto e mais importante. A critica que faço de estes livros e nenhuma, entretanto, considero que nao chegam a alcancar a propria instituiçao e seus coordenadores. Hje , coordenada por outros. vem transformando o voluntariado em iteressados a se promoverem profissionalmente, motivando a competiçao interna em detrimento de quem esta ali em prol da proposta da doutrina espirita.Alguns coordenadores chegam a fazer exigencias como se estivesse dentro de uma empresa sem se preocupar em estimular o trabalhador que enxerga a atividade como um lugar de dedicacao simples e amorosa do Cristo.Se os livros nao podem ser considerados espiritas a instituicao tambem nao, pois o proprio voluntariado expressa isso nas suas relacoes internas.Tudo e aparentemente belo e instigante aos olhos de quem vem de fora em determinados eventos.Enquanto estes livros estao sendo vendidos e Robson sendo maquina de produzir dinheiro para cobrir dividas ou construir outros prjetos, outros querem ir mais alem do que podem e aproveitar da situaçao para se promoverem profissionalmente. Se os livros nao podem ser considerados espiritas aos olhos dos irmaos, a casa tambem NAO neste sentido.O proprio voluntariado torce para que as atividades nao acontecam atraves de fofocas e nao envolvimento real.O espiritismo nao e estudado em sua essencia. Muitos se dedicam descomunalmente em prol de um cargo diminuindo quem esta do seu lado. Quem coordena alguma atividade age ou se comunuca de forma gossera ,implantando um sistema de mando e militarismo, a ponto de espulsar pessoas que muito contribuiram ou contribuem para seu trabalho.Em um ponto concordo que a instituicao nao tem mesmo o perfil de evangelho, amor e caridade com que o espiritismo leva em seus estudos doutriarios. Se fosse assim, realmente seria uma casa espirita.Estao muito preocupados em vender tais livros e alcancar multidoes , mas nao medem palavras em agredir verbalmente , exoplorar e matratar quem esta la dentro em prol de coisas materiais, a ponto de testar emocionalmente a fe das pessoas que acreditam e ficam e estes por falta de amor proprio vao ali permanecendo por acreditar naquilo que nao podem ver e se submetendo a testes de fidelidade a uma causa que aprisiona e fere a fe de quem realmente seja honesto no que acredita.Nao existe amor e caridade e sim interesse e estimulo para uma competiçao de quem pode subir de cargo ou se promover profissonalmente dentro da casa espirita.Se os livros geram esta polemica, a instituicao permanece em crise refletindo o estado mental gerado por este tipo de discussao. Se realmente existe uma finalidade do plano espiritual para o lancamento destes livros pelo menos que haja mais amor e respeito quem faz parte e acredta no que este medium escreve.Fiz parte desta instituiçao a 5 anos atrz e das noticias q recebo sempre foram as mesmas, parece que nao muda.Espero que os livros que ainda escrevem faça parte realmente da parte pratica deste grupo ja que dizem fazer tanto sucesso e se considerarem melhores que todos.
 
Rafael (São Paulo)
postado:
11/09/2012 03:02:59
Dâmocles Aurélio, acredita mesmo que já conhece tudo a respeito do além vida? Prezados, inteligências inumanas não descansam os seus intentos contra o progresso da humanidade. Acordemos para estes novos tempos!
 
P.C.L.
postado:
23/10/2012 00:31:40
Fazendo a análize de todos os comentários a respeito deste livro apócrifo, pessoalmente me sinto estupefato. Aqui podemos entender pq alguns espíritos comentam que nos encontramos na infância espiritual, acho até que eles são generosos, devemos estar é na fase de gestação.
 
P.C.L.
postado:
26/10/2012 16:26:53
Desculpe-me é embrionária!
 
Tahalita Martins
postado:
27/10/2012 15:18:35
Aqui! kk Essa comentação danada desse livro não acaba não? Fase embreonária, gestacional kk ?. uai.. Fazer o que ? Todos que postaram estão reencarnados por misericordia divina, inclusive o Sr. Democlides ai, sei la. E toda opiniao pode ser mudada da noite para o dia. O planeta terra é um sanatório, pra falar a verdade. Algumas coisas ainda mantenho minhas criticas, mas tirando as falhas fisicas ainda, não ha dúvidas: Angelo Inácio esta arrebentando. Muitas pessoas tem mudado suas vidas só de ler estes livros mesmo sem conhecer o espiritismo ou a Instituição. Acabei de ler o Livro de Madre Tereza. Nossa! Quem conhece de Sociologia e Psicologia sabe do que ela retrata muito bem. PArabens aos espiritos e ao médium que bota a cara na frente pra dar passagem a estes espiritos. Quanto a Instituições , opinioes ou o que quer que seja, não interssa. Grande contribuição para a humanidade. Grandes pensadores como Socrates foi massacrado em sua época. Futuramente , quem sabe, estes livros serão tidos como reliquias... Aguardemos o tempo. Os maiores necessitados são quem recebe nos braços estes livros para serem divulgados. Oremos por eles.Porque talvez nao seja muito facil.
 
Helen V.
postado:
28/10/2012 00:20:26
Cada um tem o direito de ter a própria opinião, que é de acordo com sua vivência.
 
José de Oliveira
postado:
03/11/2012 02:13:56
Discussão lamentável. Irmãos realmente Espiritualizados, que vivem e praticam o conhecimento emanado das esferas da luz e pq não dizer também das sombras para a luz, aguardam em oração, apaziguam os ânimos e emanam amor sem critica. PAZ e LUZ.
 
Eliz
postado:
03/11/2012 16:15:51
então tudo aquilo ele explica sobre dragões é mentira? que são espiritos de outro planeta que vieram para habitar a terra e faziam experiencias genéticas para melhorar a raça humana que evoluiu até se tornar o homo-sapiens? Me confundi agora....:(
 
Gledson
postado:
21/11/2012 12:03:30
Li toda a obra e mais de uma vez. A começar pelo ``tom`` que o autor dá ao seu texto, somo quase que obrigados a pensar que trata-se de um `espírita bem domesticado``. O texto é demais crítico e está sempre na defensiva. Os argumentos utilizados pelo autor para as criticas não estão fundados em pesquisas ou sequer comparações lúcidas, o que ele faz é bombardear a obra e o próprio Robson tendo em conta apenas o que ele entende por ``verdade``. Uma pessoa capaz de uma análise tão limitada da obra deveria saber que está dando ``a cara a bater`` em seu desfavor. Não defenda os espiritas (eu sou espirita) defenda a evlução da vida, da obra de Deus. Defenda o prograsso e estará fazendo sua parte.
 
Rodrigo Lacerda
postado:
21/11/2012 15:30:08
Já li mais mais da metade do Livro Legião. E oque eu vi nesse livro não corresponde à análise critica que abriu esse tópico. O livro Legião tem muitas idéias e conceitos úteis não somente aos espíritas, mas aos encarnados como um todo, que estão sujeitos à ação dos espiritos das legiões das trevas. O livro não faz ataques deliberados ao Espiritísmo, mas faz algumas críticas ao movimento espirita, e também umbandista, em relação à algumas posturas e idéias que, segundo o autor do Livro, estariam atrasadas em relação às metodologias de trabalho dos especialistas das trevas, que estão sempre em busca de novas forma de obter oque necessitam (e isso faz muito sentido, em minha opinião, que organização do mal que fica parada no tempo?!). Essas criticas não são feitas, em minha opinão, não para denegrir o movimento espírita, mas para abrir os olhos. Recomendo a leitura dos Livros. O meu exemplar do legião, comprei em um respeitado Centro Espirita: grupo Socorristas de Ricardo, na cidade de Pirassununga - SP, filiado à Aliança Espirita. La´tinha quase todos os livros do médium Robson Pinheiro. Leiam, análisem racionalmente e retenham oque julgarem que lhes é útil. Paz a todos!
 
wellington
postado:
27/11/2012 16:32:37
Mas como existe gentinha ignorante neste mundo. Desde quando o expiritismo é o dono da verdade???, me digam por favor! Vejo muita ignorância, por parte de vocês, em ficar ``cavucando`` defeitos nos livros dos outros... Até parece que a religião de vocês é igualzinha à estas tradicionais, que acham que tudo esta explicado... Tirem este véu de alienação seus trouxas... O espiritismo não é, e nem nunca vai ser o dono da verdade.E se fosse, não tinha pra que existir tantas doutrinas.
 
Evaristo
postado:
28/11/2012 11:27:28
Há muitos equívocos nesta resenha de ``Legião``, e fica patente a má-vontade do resenhista com relação à obra do médium Robson Pinheiro. Em nenhum momento as obras do referido tentam se passar por espíritas. São obras de um espiritualismo amplo, agregador. A intenção é transmitir conhecimentos mais pontuais, que exercitem o poder reflexivo de quem lê. Tanto o psicógrafo quanto o espírito Ângelo Inácio não desejam reforçar escolas e facções, mas trabalham em prol do conhecimento além das restrições culturais e sociais que as religiões acabam reforçando. Infelizmente, o movimento espírita brasileiro promove uma visão cor-de-rosa da realidade da qual se pretende a mais autorizada a dar voz. É preciso atentar para esses condicionamentos para que o processo de reeducação não seja prejudicado. E nesses pontos as obras psicografadas por Robson Pinheiro cumprem um papel valioso. ``Legião``, em especial, trata o texto de forma adequada para a sensibilidade contemporânea e o livro em si não descuida de sua programação visual, o que ajuda a atrair leitores de fora do espiritualismo. Esses são pontos positivos, que só agregam ao propósito de iluminar consciências. Claro que a obra em questão não substitui a Codificação e nem as obras subsidiárias, mas lança mais elementos para estudo e avanço do conhecimento sobre o qual se debruça. Assim como a trilogia de Edgar Armond (começada pelos ``Exilados da Capela``), a trilogia de Robson Pinheiro não tem caráter doutrinário e nem evangelizador, mas nem por isso é desprezível. São campos férteis para estudo; estudo que não é decoreba e nem catecismo, como é comum presenciar no meio espírita em geral, ainda tão rançoso do catolicismo e do protestantismo dos quais se pretende mais avançado. Trata-se de um problema não só dos ``espíritas de carteirinha``, mas do brasileiro em si. Brasileiro não gosta de estudar, não gosta de pensar, não gosta de refletir. Não tomou gosto por essas coisas ainda, e por isso repete os erros das confissões do cristianismo tradicional. É preciso colocar os condicionantes culturais e sociais em perspectiva ao abordar a Doutrina Espírita. Sem isso, o potencial desse abençoado corpo de conhecimentos ficará à margem, dando lugar aos formalismos vazios que devem ser combatidos. O resenhista se ressente do espírito Ângelo Inácio não citar Deus e não evangelizar o leitor a cada passo da narrativa. Vale lembrar que o Evangelho Segundo o Espiritismo está aí para isso, assim como as obras de Emmanuel, André Luiz, Joanna de Ângelis e Hammed. Essas são fontes confiáveis e bem acabadas nessa questão. Por que Ângelo Inácio faria mais do mesmo? Bem se percebe, se tiver boa vontade, que Ângelo Inácio deseja dar sua contribuição ao lado experimental do espiritualismo, já que a função exercida pelo notável Hernani Guimarães Andrade ficou vaga desde a desencarnação deste. Enfim, é apressado desconsiderar as psicografias de Robson Pinheiro, pois é preciso que o tempo chancele sua importância ou não. E quanto à suposta omissão de Ângelo Inácio no capítulo da evangelização, consultar a obra ``Apocalipse``, altamente fecunda para estudos sérios. Deixemos de ser cabecinhas e preguiçosos!
 
P.C.L
postado:
12/12/2012 11:50:02
Muito bem meu caro evaristo, muita falácia nesta sua retórica. Concordo com sua frase "São obras de um espiritualismo", e sinseramente acredito que por ai vc deveria ter concluído sua resenha Amplo e agregador de que? Pontual em que tempo?só se for de ficção espiritualista. Quais são as restrições culturais e sociais que as religiões acabam reforçando? Vc é evangelico? Católico? Judeu? Se vc observa pelo prisma do movimento esprita brasileiro uma realidade cor de rosa, faz senido esta sua resenha. No mais é só sofistica e silogismo. Peço-lhe desculpas se fui ríspido nos meus comentários e percebendo que vc é muito estudioso, lhe indico um livro O ESPIRITO E O TEMPO de J. Hercuano Piris.
 
marcelo - rio de janeiro
postado:
17/12/2012 20:18:36
Comentário infeliz sobre o livro. Ortodoxia pura!!!! tudo que ler diferente do kardec codificou a mais de 200 anos será motivo de crítica pelos novos inquisidores!
 
willer
postado:
23/12/2012 20:29:45
Robson Pinheiro parabéns a você por seu trabalho conjunto com o poder superior em trazer esclarecimentos ao mundo sobre o que se passa atras do véu do invisível, quem tiver ouvidos de escutar que ouçam e saibam assimilar,continuem em frente, abrindo as portas da ignorância você é uma fortaleza.
 
Eduardo Sobrinho
postado:
01/01/2013 14:08:58
Sobre seu comentário, colo, abaixo, um trecho do livro Dragões, de Wanderley de Oliveira pelo espírito Maria Modesto Cravo: O estado romano agiu com as artimanhas da política alegando proteção aos princípios do Evangelho sendo que, na verdade, articulou-se a velha tática: ``se não podemos com o inimigo, tornemo-nos amigos dele``. Sob a insígnia de proteção, fizeram enxertos que extinguiram a sublimidade da proposta evangélica na mensagem do cristianismo primitivo. Nos dias de hoje, a mesma tática será usada. Proteção aos princípios da doutrina. Um novo nome surgirá: pureza doutrinária. Desta vez o estado romano está desencarnado. Os verdadeiros inimigos estão aqui, em nosso plano, usando das fragilidades psíquicas dos seguidores do Espiritismo e da mensagem do Cristo. Não podendo exterminar, confundem. Criarão o certo e o errado. O certo seria quem anda em conformidade e o errado quem se atreve a fazer algo diverso. Jogam ``cristãos`` contra ``cristãos``. Que tática melhor e mais econômica poderia existir? Os próprios espíritas se agredirão para defender uma linha filosófica de pensamento. Tomarão o texto de Kardec como uma nova bíblia, como se ali a doutrina estivesse pronta e acabada, quando o próprio codificador deixou seus apontamentos como o marco inicial de uma interminável investigação em assuntos da alma. A base kardequiana com toda sua riqueza e seriedade é apenas uma convocação para a continuidade das pesquisas e das descobertas sobre o universo infinito da imortalidade. Entretanto, o forte dogmatismo incrustado no campo mental vai estabelecer diretrizes de fidelidade aos princípios doutrinários que, de alguma forma, vão recriar a acomodação do imobilismo mental, e serão eleitos ``novos sacramentos``, ou seja, pontos intocáveis e inquestionáveis no Espiritismo. — Meu Deus! - exclamei naturalmente. - Não consigo imaginar que o clima de concórdia e trabalho que hoje nos une possa se desviar para essa tragédia moral.
 
B. F.R.
postado:
01/01/2013 22:15:13
Como espirita, médium de desdobramento e trabalhadora assídua de uma casa espírita me sinto envergonhada pela postura das críticas de quem escreveu. Agradeço ao Robson pelas excelentes obras. Principalmente Legião. Obra esclarecedora para médiuns de desdobramento. Trabalho tao importante dentro de uma casa espírita e que pouco médiuns e poucas casas tem conhecimento. É preciso abrir nossas mentes para o que vem pela frente, infelizmente pessoas assim ainda travam o progresso espiritual de algumas casas, mas a informação vai chegar a quem tem ouvidos para ouvir e olhos para ver. Que Deus abençoe a todos e principalmente nosso irmão equivocado.
 
Vinicius
postado:
03/01/2013 01:01:22
Quem escreveu isso, é ortodoxo, preconceituoso e provavelmente deve ser dirigente de alguma casa espirita com pedigree. Eu vi muitas coisas que falou do livro em viagens. Jargão piegas mais que batido nos comentários. Abraço e verdade a todos que falam mal ou bem.
 
Vinicius Gibin
postado:
03/01/2013 01:22:57
Mais uma coisa.......o livro me fez super bem e deu-me vontade de seguir o lado do bem! No fundo, não importa se pareceu fantasioso, me pareceu realmente uma verdade que muitos ortodoxos se negam a enxergar. Espitismo.....sou espirita, mas ultimamente, me considero apenas uma alma em evolução.
 
Simone
postado:
03/01/2013 13:25:51
`Eu`Acho os livros de Robson Pinheiro mistificados.Desde que conheci achei...um pensamento particular`meu.``Mas Deus sabe de todas as coisas.Seguindo à Kardec, aos Livros do Espíritos, ao Evangelho...enfim devemos certamente distinguirmos o que nos convém, pautando nossa conduta no bem e em Cristo e ao lermos e tirarmos nossas conclusões.e em Deus nosso pai que td vê!
 
Artur
postado:
11/01/2013 23:24:59
Caros amigos, boa noite a todos! Pelo conteúdo de certos comentários podemos perceber que muitos dos amigos deixam-se levar mais pelas emoções do que pelo bom-senso, pela razão e pela tolerância durante suas argumentações. É preciso reconhecer que não só na atualidade, mas desde o seu princípio, o movimento espírita convive com dois problemas que podem ter consequências indesejadas para esta doutrina tão esclarecedora e tão benéfica à sociedade: a credulidade cega e a incredulidade total. Como diz o sábio provérbio latino: ``In medio stat veritas``, isto é, no meio está a verdade. É imprescindível nestes momentos a utilização, de ambos os lados, da razão, tão bem aplicada pelo nosso querido Codificador, e da humildade, atributo essencial a todos aqueles que desejam realmente progredir. Reconhecemos que a obra citada possa ter aspectos importantes para análise e para estudo, mas é necessário reconhecer também que existem elementos no texto que destoam de preceitos fundamentais de nossa doutrina. Além disso, cremos que citá-la como uma das melhores obras após a codificação como algumas pessoas aqui têm proposto seria um descrédito tremendo para a obra de homens que tão bem contribuíram para a ascensão e para a afirmação do Espiritismo, como Léon Denis, Gabriel Dellane, Chico Xavier, Divaldo Franco, Yvonne Pereira, dentre inúmeros outros. Destacaremos apenas um pequeno trecho da obra como exemplo para que os amigos possam analisar de maneira racional e isenta de opiniões preconcebidas. Primeiramente, é importante lembrarmo-nos de que o mal não existe, é apenas um efeito de contraste, assim como a sombra é pura e simplesmente a ausência de luz, o mal é a ausência do bem ou da compreensão. Desse modo, nenhum ser está eternamente devotado ao mal. A base essencial do Espiritismo é a crença em Deus, que é a causa primeira de todas as coisas, a inteligência suprema e soberana, que é eterno, imutavél, onipotente, soberanamente justo e bom, infinito em todas as perfeições. Ora, como poderíamos conciliar os conceitos supracitados com a hipótese sugerida no livro de ``seres gerados artificialmente em laboratórios, sem emoções, completamente destituídos de sentimentos``, isto é, se Deus é a causa primeira de todas as coisas e infinitamente justo e bom, como poderia ele permitir algo deste tipo? Não seria um contra-senso aos seus atributos? Pensem neste assunto com calma, queridos amigos. Por fim, lembromo-nos que o mais imporante de tudo, o primeiro passo para a ascensão, é olhar para nós mesmos, para o nosso interior, e apagar as sombras que lá estão, pois a iluminação interior é a melhor e mais eficaz proteção contra todo e qualquer tipo de influência indesejada como nos ensinou nosso querido Mestre. Humildemente, Artur.
 
Neto
postado:
17/01/2013 12:03:42
Isso me cheira a dor de cotovelo. Não vi um comentário em que o Sr. traga o espiritismo nas letras corretas. Não levarei suas pseudo opniões em consideracão pelo simples fato de não haver opnião alguma.
 
Adriano
postado:
26/01/2013 12:52:19
Ô!!!!!!! Inveja danada!!!!!
 
Adriana Santos
postado:
29/01/2013 10:15:10
Arrogância não é uma postura condenável para quem está buscando evoluir? Quem disse que o espíritismo é o detentor da verdade e que Allan Kardec está acima do bem e do mal? Ter um pouco de humildade e alteridade é bom, saber que espíritos de luz não se manifestam somente nos centros kardecistas também. Existem trabalhadores espirituais atuando em todos os lugares, simplesmente porque eles não tem tempo para preconceito religioso muito mal disfarçado. Pratiquem mais o que pregam, porque aí sim eu terei orgulho real de dizer que sou espírita.
 
alexandrino
postado:
02/02/2013 18:31:07
Primeiro quero informar não sou espírita, portanto não estou abalizado para fazer nenhum comentário `` técnico``. Dito isto quero relatar que o Sr. Robson Pinheiro esteve em Recife por 5 dias realizando palestras as quais fui a convite de um amigo. Já havia ido a uma outra reunião em centros espíritas, de forma esporádica e o que vi ouvi nesses cinco dias foram diferentes. Por começar pelo próprio médiun que começou muito simpático, porém em vários momentos achei-o um tanto quanto arrogante, fazendo, às vezes, piadas sobre como alguns espíritos agiam com ele. Diga-se de passagem que em vários momentos algumas destas piadas me incomodaram, pois apesar de não fazer parte de nenhuma religião ainda tenho arraigadas algumas coisas da Igreja Católica. É de salientar que o médiun ora citado falou por diversas vezes que vinha de formação evangélica. Efetuadas estas considerações tenho a dizer que gostei de todas as palestras, tocando-me, em especial, algumas ``MENAGENS ACALENTADORAS``. Estranhei o fato de que o médium em tela hora falalva de Kardeck, em Bezerra de Menezes, em Jesus, ora falava de Orixás da Umbanda e do Candomblé, bem como cantava-se músicas evangélicas, com as pessoas de pé. como se estivessímos em um templo evangélico (NADA TENHO CONTRA OS EVANGÉLICOS A NÃO SER A QUERER IMPOR SUA RELIGIÃO A OUTROS), ou seja em alguns momentos senti-me num culto ecumênico e não há nada de mal nesses cultos muito pelo contrário eu os aprecio, porém fiquei um tento quanto PERDIDO, pois em minha mente eu via 3 reiigiões diferentes. Fiquei BOQUIABERTO com os desenhos mediúnicos, pois ver fazer desenhos supostamente gênios da envergadura de Picasso, Rebramt, Monet dentre outros em SEGUNDOS (30, 40, 50 segundo) para mim não há explicação a não ser os próprios artisas executanda-as. OUTRA COISA QUE ME DEIXO PERPLEXO foi a fotografia da AURA vez que ACERTOU em cheio em minha doença física, frisou bem no `` ``laudo`` o meu músculo cardíaco e eu sou considerado pelos médico CARDIOPATA GRAVE. Quanto à obra literária nada posso dizer por enquanto pois ainda estou lendo o único livro que compre: ``FAZ PARTE DO MEU SHOW``. Finalizo dizendo que se tiver outras oportunidades irei ver novamente outras palestras do Médiun Robson, porém, como ocorreu desta vez, procurando fazer um flitro das mesmas.
 
Ramon
postado:
12/02/2013 18:50:27
Este post se refere a um ato inquisitório em pleno século XXI. Lamentável.
 
Luiz Carlos Ramalho - Feira de Santana
postado:
13/02/2013 14:29:41
Precisamos fazer uma abordagem do Amor que está reservado a todos nós. O Espiritismo veio para isto. Ainda a credito que muita coisa deixe de existir, com exclusividade a esta visão atual a que muitos estão se destinando, infelizmente. Basta ler Kardec atentamente, que está atualíssimo, para enxergar o futuro. Não existe na minha memória psicológica, nos arquivos de memória de minhas vidas passadas, uma gravação sequer que eu me lembre, seja do inferno, de magos, feiticeiros retratado do livro do citado autor. Não gosto do que esse rapaz faz. Só traz pavor.
 
MILTON CESAR BASSUMA
postado:
17/02/2013 21:34:54
NÃO VAMOS FAZER COMO A INQUISIÇÃO, ONDE TODOS QUE NÃO SEGUIAM, OU DISCORDAVAM ERAM COLOCADOS NA FOGUEIRA. VAMOS ABRIR NOSSAS MENTES, PARA AS MUDANÇAS CÓSMICAS QUE SE AVIZINHAM EM NOSSO ORBE. COM FÉ EM NOSSO MESTRE JESUS E NOSSO DEUS, VAMOS DIRECIONAR NOSSAS ENERGIAS, PARA A EVOLUÇÃO DE TODOS, E NÃO POR DISPUTAS MESQUINHAS.
 
Talia
postado:
17/02/2013 23:23:25
E por isso que as igrejas evangelicas estao lotando.O homem precisa de ser amado e aconchegado e muitos estao encontrando isso nessas igrejas. Quem busca a espiritualidade buscando Deus, aceita e ama melhor o proximo e nao precisa dessa coisada toda.Vive feliz
 
Regiane Lima
postado:
20/02/2013 18:13:41
Por esta e outras razoes que deixei de ser espirita, pelo mundo de regras religiosas, disfarçadas de doutrina. Muitas casas so olham para a frente e nao observam os lados, e o sofrimento de tanta gente precisando de consolo e informaçao. Eu acredito na Espiritualidade aberta e sincera, que permite abrir os olhos, a mente e o coraçao. Sem criticas, cada um abssorve livremente que melhor lhe cai bem. Livro, doutrina, filosofia, Kardec, Blavatsky, Pinheiro, Romo, UFO, Enki, Cristo, Buda, Sananda, o que acha melhor! Pelo Amor de Deus, vamos abrir o espirito, a alma para a nova revelaçao que estamos vivendo pos Kardec que foi o Pai do Consolador Prometido, tao importante para aquela época para a iniciaçao do conhecimento espiritual. Agora, precisamos avançar e receber novas informaçoes ja que muitos ja passaram do estagio anterior, assim como a Biblia se ultrapassou e foi sobreposta pelo Evangelho Segundo O Espiritismo, agora temos o Livro de Urantia e somados aos livros de Jan Val Ellam. Nao diminuo a importancia de nenhum dos livros acima, pq sempre os consulto tb, mas nao podemos fazer como os Evangelhos Extremistas que em qualquer argumento, nao raciocionam mais, e com a Blibia debaixo do braço, recitam os trechos decorados para depois dizer `Esta escrito na Biblia!`. E como Robson Pinheiro diz, e concordo, e dou uma interpretaçao com palavras minhas, `Tem muita gente espirita querendo ir pra o Céu, e tricotar, contando fofocas do telhado de vidro dos outros, so que os infernos umbraLinos estao cheios, e ali tem trabalho para todo mundo. Seja espirita ou nao.`` Boa vontade e pensamento de amor, ja criam uma egrégora do bem em todos os niveis e dimensoes. Namaste
 
Gilberto Almeida
postado:
21/02/2013 00:59:00
Acabei de ler o livro hoje. Ao que parece o Sr. que fez as críticas esqueceu que lá do outro lado não tem rico nem pobre, igreja católica ou protestante ... lá só tem espíritos. Também não vi o Robson Pinheiro criticando o espiritismo. O que eu vi foi ele criticando alguns espíritas. Fato é que ser espírita não é ser dono da verdade. Como tem católico metido a besta, tem espírita de porco. Passe no lar de Frei Luiz... ele talvez não entenda! Como pode um FREI estar fazendo um trabalho espírita! Vai confundir sua cabeça não é?
 

postado:
22/02/2013 22:58:44
 
Paulo Martinez
postado:
22/02/2013 23:57:47
Bem , Boa noite, eu acabei de ler toda a trilogia. Não vou julgar o autor e nem alguns comentários retrógodos que li por aqui. Aconselho que todos leiam toda a trilogia para depois comentar. Gostei , e acho que a literatura do Robson(Angelo Inácio) deve sim estar nas estantes dos centros espíritas, mesmo daqueles que se acham os donos da verdade, para que todos possamos discutir com argumentos lógicos o assunto posto. Vamos apenas cuidar para não cometer erros do passado , cometidos pela igreja católica, na era antiga e moderna, e pela igreja evangélica nos dias de hoje, onde parece que todos tem medo do desconhecido e atacam para dizer ``eu sou a verdade ``. Vamos ter, equilíbrio , bom senso e capacidade de discutir com argumentos baseados na codificação , lógica e estudos. Boa leitura a todos. Vai uma dica, façam a leitura acompanhando com livros e artigos publicados de kardec, andré luis, bíblia, Gêneses e pesquisa na internet. e Se possível leiam duas vezes a trilogia. Abços a todos.
 
Camilo Rodrigues
postado:
10/03/2013 16:24:03
o problema maior é que Kardec codificou o espiritismo e a constante pesquisa e evolução do conhecimento, mas tem muitos espiritas que acham que ele criou o Kardecismo...
 
Lauro
postado:
15/03/2013 14:20:26
Achei engraçado o termo ``saco de fel`` rsrsrsrs. Mas concordo em parte com algumas críticas feitas pelo autor do texto comentando a obra Legião. Acho que o Robson poderia questionar o comportamento de alguns espíritas mas sem gerar conflitos com a doutrina espírita, pois ela em si não tem nada de preconceituosa. Não sou umbandista, e não sou kardecista, sou apenas simpatizante do espiritismo, mas já presenciei um certo menosprezo por parte de alguns espíritas com relação a umbanda e a magia negra e branca, como se esse assunto fosse algo fantasioso e inútil. Acho que deveria haver respeito mútuo entre as crenças. O mais importante é a prática da caridade, acho que isso é o que importa!!
 
David
postado:
16/03/2013 22:57:22
Eu acho que o Espiritismo fez muito pelos homens. Porém hoje percebe-se que as coisas são muito superiores às ideias dogmáticas implementadas outrem. Na verdade em um planeta ideal não existe religião porque o que chamamos de milagre, paranormalidade, ocultismo, etc, são ciência ainda não compreendida. As religiões na verdade estão prendendo as pessoas, até mesmo o Espiritismo. O maior crime das religiões é governar pelo medo e dizer que existe destino pré-determinado. Como por exemplo, dizer que alguém morreu porque tinha que pagar o karma negativo. As crenças criam a realidade, e você pode fazer qualquer coisa. Nada é impossível. Se acreditar que acumula carma você acumulará carma. A realidade coletiva e individual não existem independentes dos sistemas de crenças das consciências.
 
Renato da Luz
postado:
19/03/2013 11:01:44
Sr. Dâmocles Aurélio. Vejo que a carapuça serviu, muito justo que a use.
 

postado:
22/03/2013 17:01:43
 
Luiz Cesar
postado:
26/03/2013 17:29:48
Infelizmente muitos não conseguem entender que o espiritismo não nasceu com Kardec e tão pouco morrerá com ele, sendo Kardec, tão somente o codificador, com todo respeito merecido! O próprio Kardec diz... ``Caminhando de par com o progresso, o Espiritismo jamais será ultrapassado, porque, se novas descobertas lhe demonstrassem estar em erro acerca de um ponto qualquer, ele se modificaria nesse ponto. Se uma verdade nova se revelar, ela a aceitará.``(ALLAN KARDEC). Em conversa certa vez com um Pseudo “orientador espirita” ele me disse que não houve ate o momento nada de novo que fosse comprovado a ponto de ser inserido na doutrina, mas isso é claro, pois no “comando” estão espiritas ORTODOXOS que não aceitam novos progressos. E Olha que a espiritualidade nos traz certos conhecimentos, mas mesmo assim, não o aceitam e preferem nos chamar de meros espiritualistas. Como diz o Livro: “Em meu Lugar o que faria Jesus”... Conclui-se que o mundo esta cheio de Cristãos mal acabados, e dentre algumas dificuldades que carregam estão os... “FORMALISTAS - Querem encaixar tudo, ate mesmo os valores espirituais nas organizações, regulamentos, normas e estatutos humanos. A mente deles é bem linear e normalmente são desconfiados e muito metódicos.”
 
Márcia
postado:
28/03/2013 10:15:36
Eu não cheguei (e nem chegarei) a ler esse livro, li ``Senhores da Escuridão``...não sou espírita de carteirinha (digamos assim), já li Blavatsky, P.Brunton, Chico Xavier, Krishnamurti entre outros, mas esse do Robson Pinheiro me deixou c/uma péssima impressão sobre o autor. Independente de qq coisa, tenho minha voz interior pra me guiar e ela me avisa pra não perder tempo com livros desse autor.
 
I B F
postado:
11/04/2013 12:48:51
Li a trilogia de Robson Pinheiro, alé do livros Magos Negros e ainda a continuação da Trilogia, um
 
I B F
postado:
11/04/2013 13:20:03
Li a trilogia ``O Reino das Sombras`` de Robson Pinheiro, além do livros Magos Negros e ainda a continuação da Trilogia, um livro denominado O Fim da Escuridão - Cronicas da Terra Volume 1. Posso dizer que os livros me ajuram muito, tanto a compreender cetos fatos da vida após a morte, como também ratificar fatos que presenciei ao longo de mais de trinta anos anos em terreiros de umbanda e candomblé. Os termos magos negros, guardiões, feiticeiros, dragões, etc, são aplicáveis à cultura ocidental. podendo encontrar outras termilogias em outras correntes de pensamento, porém similares. Vi ali algumas noções de estratégia e política que poucas pessoas, senão aqueles mais especializados teriam. O próprio volume de páginas escrito me levou a refletir sobre o quanto foi demorado e laborioso escrever tanto. No que conheço de magia e feitiçaria, não tenho dúvida que o autor está correto. E de política e estratégia também. Fora isso a mensagem da obra é muito boa, o que me levou à reflexão sobre a vida e de que temos que nos dedicar ao bem. Portanto, considero a obra válida, pois serve como impulsionadora de bons sentimentos para aqueles que desejam efetivamente se aprimorar e lutar por uma vida e um mundo melhor. Considero ingenuidade se pensar que não haja forças negativas como as reportadas nessa obra. Quanto ao temperamento do médium, reportado por alguém que o conheceu, lembro que nada ver com quem ditou a obra. Cada um com suas imperfeições. Às vezes por uma má impressão de uma pessoa a qualificamos como arrogante. Enfim, cada um tem sintonia com determinado tipo de comportamento. Creio ter sido muito válida a leitura dessas obras que me despertaram para valores adormecidos em mim. É pena que pessoas critiquem uma obra ou autor sem sequer ter lido nada, nem mesmo uma linha do assunto por ele tratado. Até na arte literária é preciso ler para comentar, quiçá no espiritismo. Frequento atualmente um centro espírita no qual alguns companheiros se colocam contra o Robson - resido em BH, portanto muito próximo do autor. Em meu entendimento, tem muita ciumeira e pouca crítica de fato. Mas a existência de espíritos ligados ao mal, à feitiçaria, de criações enfermiças, produtos de maus pensamentos, isso é fato. Caso não fosse, não estaríamos em um mundo de provas e expiações, de tanta luta, onde o mal se coloca contra o bem. Essa obra é valiosa para refletir sobre tudo isso. Nunca pensei tanto a respeito de como é preciso mudar, quanto ao ler Robson Pinheiro. Uma obra fantástica, reveladora. Agora, quanto a ser ou não coerente com a doutrina espírita, isso é uma questão teológica. Mas sem críticas negativas que mais soam como a profunda exressão da inveja - o que de fato a obra denuncia como instrumrnto dos senhores da escuridão. Assim, o crítico desta página, sem querer ratificou o que tanto a Trilogia endossou.
 
e
postado:
13/04/2013 10:48:48
 
Eron Lopes- SJCampos
postado:
13/04/2013 11:19:18
Pertinente a análise da obra, e observações as demais, do referido escritor. Acredito que em um mundo que pessoas buscam todos os ipos de emoções, recorrendo a sustâncias alucinógenas, assim com frequências de pensamentos causadores de verdadeiro frenesi, as referida obras vem ao encontro, satisfazendo a esta plêiade de espíritos encarnados e desencarnados, verdadeiramente atrasados e materialistas, que se escondendo atras de uma religião qualquer compram esta ideia, engrossando a conta bancaria destes profissionais das crendices. Considero apenas a falta de respeito, o que não poderia ser diferente vindo de quem fazemos referencia, utilizar uma doutrina, consolidada, séria, como aporte para dar credibilidade as suas demências, e mais, entidades que deveriam ser os defensores da base, se deixando levar pelo canto desta sereia. Respeito o direito de cada um escolher o que melhor lhe aprouver, no entanto espero que tenham a coerência de não se apresentarem como Espiritas quando na verdade não o são. Justo que queiram se consolidar como linha de pensamento, mas que façam o trabalho desde o inicio, e não fazendo como o popular pássaro chupim, que põe os ovos no ninho do outro para que este outro, incauto e livre de preconceitos, choque e alimente a cria do invasor. Possivelmente a maioria de nós, Espíritas, sequer estudamos profundamente as Obras Básicas, por que relegarmos a terceiros conclusões e ou novas técnicas mediúnicas. que nos apresentam sem sequer uma análise séria, verdadeira, embasada nas instruções de Jesus.
 

postado:
17/04/2013 12:52:04
 
Joao Gabriel
postado:
23/04/2013 11:43:18
Irmãos, Precisamos de uma vez por todas entender que não é porque é um espírito que ele é evoluído e está cumprindo a missão doutrinária de kardec. (as vezes ele acha que está, mas não está). Quem já leu Emanuel, Joana de A`ngelis e outros grande, sabe do que eu to falando. Basta uma frase ou parágrafo para entender a diferença de pureza da mensagem. todo encarnado talvez possa desencarnar, e ditar um livro do mundo espiritual. Porém, qual a qualidade desse trabalho? A codificação da doutrina espírita veio para nos dar um caminho a seguir, e tudo que fuja dessa sintonia acredito que seja um passo para o lado ou pra trás. Irmãos, um exército de anjos e espíritos de muita luz estão por trás dessa doutrina, muitos escritores citados acima fazem parte dessa nata de luz e misericórdia. Sem críticas aos demais espíritos que estão encontrando médiuns e ditando seus livros, conto a responsabilidade de cada um, médiun e espíritos, para que não fujam da doutrina de kardec e toquem sempre na tecla principal, que é o que mais importa e deveria ser tratado. O que devo fazer agora para não perder mais nenhum segundo da maravilhosa oportunidade de estar encarnado? TRABALHO - TRABALHO - TRABALHO. Vamos trabalhar no Bem meus irmão, e rogar ao mestre Jesus forças para vencermos a matéria e salvarmos nossa alma. A paz de Cristo a todos. Joao Gabriel - 25 anos - Brasília
 
FABIANA
postado:
25/04/2013 12:26:58
MEUS IRMÃOS, INFELIZMENTE A INTENÇÃO DO MUNDO ESPIRITUAL ATRAVÉS DE NOSSO IRMÃO ROBSON PINHEIRO, DE NOS MOSTRAR O VERDADEIRO LADO DO MUNDO ESPIRITUAL E DE QUE MUITO EM BREVE NÃO HAVERÁ DIVERSAR RELIGIÕES E SIM UMA ÚNICA, NÃO ESTÁ AGRADANDO MUITO AOS QUE SE DIZEM ISSO OU AQUILO. O MOMENTO É DE TODOS NÓS NOS UNIRMOS CONTRA AS FORÇAS DO MAU E MAIS DO QUE NUNCA ``AMARMOS UNS AOS OUTROS``. QUAL A DIFICULDADE EM ACEITAR A EXISTÊNCIA DE ENTIDADES QUE SE APRESENTEM COM VESTES E FALAS DIFERENTES, COM A DOÇURA DE ``PRETOS VELHOS`` OU COM A FIRMEZA DE UM CABOCLO. A INTENÇÃO É DESTAS ENTIDADES SÃO SIMPLESMENTE O AMOR E A CARIDADE. E ACIMA DE TUDO, QUEM AQUI CRITICA O TRABALHO DESSE IRMÃO NÃO SE PREOCUPOU A CONHECER E A ESTUDAR A FUNDO A VERDADEIRA FUNÇÃO DE UM GUARDIÃO. ESSE QUE SEMPRE ESTÁ AO NOSSO LADO, PROTEGENDO E GUARDANDO NOSSO PLANETA CONTRA AS FORÇAS DO MAU. AQUI DEIXO A SUGESTÃO DE QUE ANTES DE CRITICAR ALGO, TEMOS QUE ESTUDAR MUITO E CONHECER O ASSUNTO MUITO A FUNDO.
 
Lucas
postado:
26/04/2013 16:04:25
Um colega estudioso de umbanda falou certo acima. Para ele está tudo dentro dos conformes. Isto porque a obra de Robson é ubandista. Simples. Está lá o olhar, o discurso umbandista sobre o que ocorre no mundo espiritual. O que afasta do espiritismo é essa coisa repleta de mística profundamente impregnada pelos elementos culturais e folclóricos próprios dessa faixa de entendimento sobre o além túmulo. Será verdade ou mentira? Isso é uma outra questão, e eu não sei sinceramente essa resposta. Pergunto-me também isso diante das narrações mais aceitas pelos espíritas como originais. É uma obra válida para a vida? Cada um que lê que responda. Mas que o que Robson escreve é umbanda e não espiritismo, isso eu tenho certeza.
 
Bruno
postado:
09/05/2013 17:17:43
Prezado, de início eu gostaria de citar que o médium que você chama de `preconceituoso` não escreveu o livro. Se você é espírita, e acredita no Espiritismo, na reencarnação e na mediunidade, deveria saber que o livro psicografado não tem palavra do médium, mas do espírito que dita o mesmo. Portanto, ao criticar um médium, critique-o por seu comportamento no dia-a-dia, por sua arrogância, qualquer coisa, mas não do conteúdo de seus livros, pois como dizia Chico Xavier `o médium é só o carteiro`, mas não é ele quem escreve a carta. O mesmo tipo de comentário foi dito a respeito do Chico, no início do século XX, inclusive por pessoas (ditas) espíritas, como você. Não entendo como alguém que defende o espiritismo pode falar mal de uma obra espírita, se a própria FEB edita os livros do `Conde Rochester`, cuja medium nunca pertenceu ao espiritismo, cujo carater é altamente duvidoso, como a própria contra-capa do livro cita. Suas estórias são muito mais fantasiosas que os livros de Angelo Inácio, mas, idade para pessoas como você significam dignidade e confiabilidade. Então, Rochester é bom, e Inácio é ruim. Até daqui a 30 anos, quando a FEB e o seu próprio centro espírita reconhecer o Robsoon Pinheiro por seu espetacular trabalho, aí você então mudará... certo?
 
Ulysses Corrêa
postado:
14/05/2013 15:57:32
Lembro-me da maneira doce e meiga com a qual o nobre Chico Xavier levava a efeito suas observações e análises ou rebatia acusações e agressões. Jamais deixou que o orgulho, a pretensão, a ira, a exasperação ou a vaidade dominassem suas palavras e seus sentimentos, por mais baixas e torpes fossem as calúnias a ele endereçadas. Isso sempre deu ao notável `Chico` total credibilidade. Além de estar animado por verdadeiro sentimento de caridade, ele já sabia, de antemão, que o tempo haveria de mostrar onde está a verdade. O mesmo se dará com as revelações de Robson Pinheiro. O que eu acho? Bem, são importantes revelações que o tempo há de elucidar ou negar. Abraços a todos os irmãos kardecistas!
 

postado:
20/05/2013 01:54:55
 
Marcelo Cunha
postado:
24/05/2013 15:13:35
As obras do Robson Pinheiro vêm para descortinar elementos que ainda não foram explorados. Ele não ofende a Doutrina Espírita, apenas alerta que até em algumas casas espíritas, que são dirigidas e comandadas por nós, humanos ainda imperfeitos, ainda suscetíveis ao erro, ao orgulho, estas podem ser alvo dos seres que vão contra as ideias do Cristo. Isto serve para que nos policiemos ainda mais. Além disso, o Codificador Kardek iniciou o trabalho, mas isto não significa que o conhecimento está todo pronto - há muito para ser desvendado e estudado. Portanto não sejamos nós preciosistas e nos apegarmos à Doutrina como algo estático, mas sim uma Doutrina dinâmica, a fim de beneficiar a humanidade e trabalhar a fim do progresso da Terra. Saudações, que Deus esteja conosco!
 
Sírius
postado:
31/05/2013 00:07:27
Queridos amigos, li o livro Legião e também as duas continuações e em nenhum momento achei que Robson ofendeu os espíritas e os Centros espíritas como dito no texto, infelizmente creio que isso foi fruto de ideias preconcebidas antes mesmo de começar a ler a referida obra. Mas infelizmente, há por parte de alguns espíritas desunião, falta de afeto, entre outras coisas, pois temos que lembrar que sobretudo antes de sermos espíritas, somos seres humanos, e todos cometemos erros, não é sempre que vamos acertar. Digo isso por que alguns pensam que por serem espíritas, são iluminados e jamais cometem erros... grande engano, somos todos irmãos em evolução... Sobre as revelações feitas, é claro que muitos vão dizer que é mistificação ou coisa de obsessores, ainda existem espíritas que dizem que colônias e cidades espirituais não existem, e que até consideram Emmanuel e André Luiz obsessores! Mas sempre foi assim, novas revelações sempre vão ser criticadas descaridosamente por muitos. É claro também que sempre ao lermos novas obras, devemos nos questionar, e não tomar tudo como verdade só de ler, temos que estudar, e sobretudo de acordo com a base Kardequiana. Mas não devemos estacionar em Kardec como o pentateuco sendo a Bíblia imutável do espiritismo, o espiritismo é uma doutrina progressista, é hora de avançar irmãos! Muita paz!
 
Regiane Silva
postado:
31/05/2013 14:50:42
A todos comentaristas meu SALVE DEUS!! ALELUIA !!! QUE DEUS NOS ABENÇOE !! meu AXÉ e todas as minhas saudações a todos nós que somos filhos de um mesmo pai, enfim somos irmãos. que não comungamos na mesma idéias, mas nos mesmos princípios : AMAR A DEUS SOBRE TODAS AS COISAS E AO PRÓXIMO COMO A SI MESMO. espiritas amai-vos e instrui-vos esta é a lei e o nosso discernimento em Cristo Jesus fará o resto por nòs. Conhecimento nunca é o bastante. Só vigiemos e Oremos sempre, pois ainda não somos perfeitos. QUE DEUS NOS ABENÇOE e PERMANEÇA COM TODO SEU AMOR e Misericórdia para conosco.
 
Cristiane
postado:
03/06/2013 22:09:46
Não é possível que vc tenha lido o mesmo livro que eu... não mesmo...
 
Cristiane
postado:
03/06/2013 22:12:00
Concordo plenamente com vc Sirius, acho que nós dois lemos outro livro e não o mesmo do qual ele se refere... Salve Oxalá!!!!
 

postado:
17/06/2013 11:13:24
 
cleonice s costa silva
postado:
20/06/2013 19:28:14
Ô gente tempo tá sobrando hein? Estudo bastante, leio e investigo tudo que leio e busco aplicar tudo que aprendo e só existe uma conclusão: Quanto mais se estuda mais temos a certeza que nada sabemos. Sugiro a esse moço que começou essa crítica que busque trabalhar ajudando ao próximo pois desta forma você poderá testar, investigar e aí sim terá elementos para separar o servirá para sua evolução ou não. Invista em sua libertação do pensamento para sair da prisão de mentes da rede do inconsciente coletivo. FORA PRECONCEITO!!!
 
Caetano de Almeida
postado:
29/06/2013 09:41:22
Me desculpe, sr Dâmocles Aurélio, mas suas colocações são muito agressivas. A começar pelo título, o sr. não teve o mínimo de complacência em atacar o autor do livro, sr. Robson Pinheiro. Sua grosseria vai de encontro direto aos preceitos cristãos. Se em algum momento sentiu-se melindrado com alguma colocação descrita na obra, analise, critique. Mas seja menos agressivo. Sou sagitariano, temos tendências a sermos contundentes, por isso faço um apelo para que controle seus infelizes impulsos. A espiritualidade inferior adoram pessoas assim.
 
Juliana
postado:
15/07/2013 21:33:26
Li o livro e adorei! Me identifiquei bastante, pois algumas passagens relatam fatos semelhantes aos que ocorreram e continuam ocorrendo em minha própria vida. Concordo que o livro não seja considerado ESPÍRITA mas tenho certeza de que é um livro ESPIRITUALISTA! Livre das regras religiosas que algumas pessoas adoram impor/seguir. Cada um sabe da sua própria verdade e criticar a verdade do outro é o mesmo que negar a si próprio.
 

postado:
20/07/2013 14:47:47
 
André
postado:
24/07/2013 01:47:43
Li a trilogia, comprei outros e estudo a doutrina espírita e espiritualista. Trabalho com grupo de apometria em casa espírita. Na verdade o Robson Pinheiro não deturpa o espiritismo e não mal diz. Muito e pelo contrário, ele ALERTA para que os ditos espíritas e espiritualistas, estudem, estudem, estudem e estudem. Apenas isso! Aruanda, Tambores de Angola são bons livros também. Ninguém está contradizendo Allan Kardec. Na época que Kardec codificou a doutrina espírita ele não mencionou se o espírito era branco, preto, amarelo, azul ou verde e também não mencionou se o espírito era do sexo feminino, masculino ou transexual. Infelizmente há erros nas casas espíritas e nas espiritualistas. O livro é apenas isso...mostrar um lado que de tanto o espiritismo, espiritualismo e outras ``religiões`` desconhecem a verdade pela sua ignorância e pela falto de estudo e conhecimento. O telefone de disco evoluiu e hoje temos aparelhos sensíveis ao toque. Ou vocês preferem o telefone de disco pelo simples fato de no passado alguém ter inventado desta forma? Máquina de escrever, calculadora, computador, internet, GPS, etc e tal. Tudo teve evolução neste medíocre planeta. Será q Tudo evolui, estamos aqui para evoluirmos, certo?
 
Espirita aonde?
postado:
30/07/2013 10:21:12
Nossa como você é mente fechada em parceiro....
 
Adriana Araújo
postado:
28/08/2013 17:44:21
Realmente a pessoa que escreveu este artigo em nenhum momento analisou a essência do que o escritor Robson Pinheiro passou. Na verdade o intuito desta pessoa foi apenas criticar. Meu amigo, se você conhecesse todas as obras de Robson Pinheiro, não teria coragem de publicar este artigo e digo mais, concordo plenamente que há muitos espiritas que não buscam conhecimento e acabam fazendo bobagens em trabalhos que a espiritualidade tem como muito sérios. O problema esta que muitos dirigentes espíritas conduzem suas casas sem estudos e conhecimentos, tornando a casa, o grupo e pacientes vulneráveis a milhares de coisas e situações. Portanto receba a minha critica ao autor deste artigo e o meu carinho e respeito ao escritor e médium Robson Pinheiro.
 
Edmilson J. Machado
postado:
01/09/2013 10:11:25
Bom dia a todos......cada vez estamos vendo justamente o que os especialistas do mal querem, as discussões, quem tem razão e quem deixa de ter...quem sabe e quem diz saber e por ai vai. Viver o espiritualismo é bem diferente de ser espírita, uma religião ou doutrina hoje embasada em pré-conceitos, egos e julgamento precipitados. Chico Xavier mencionou certa vez em Uberaba que:`` os espíritas de hoje são o católicos fracassados de ontem...``, portanto, deve se ter o máximo de respeito aos novos médiuns que trazem novas descobertas. Ele próprio, Chico Xavier, foi veemente combatido quando iniciou suas psicografias e considerado uma farsa, não seria diferente para o Robson Pinheiro, assim como está sendo para os médiuns desse século. Da minha parte, agradeço muito por esses novos ensinamentos, certeza de que, alguns tem e terão a capacidade de estudar, de desenvolver o raciocínio para entender o que os livros por ele descritos querem ensinar. No mais, lamento que muitos ainda se prestam a denegrir, ofender, caluniar...sinal que ainda falta maturidade, equilíbrio e discernimento para entender que, as opiniões de quem quer que seja, deve ser respeitada. A cada um o seu tempo de maturação.....Abs.
 
Rodolfo de São Paulo 13/09/13
postado:
13/09/2013 18:31:36
Se voces ainda tem duvidas sobre os livros de Robson Pinheiro, basta pesquisar o assunto no astral, mas sem os preconceitos do mundo fisico.
 
Amanda
postado:
17/09/2013 01:12:11
Sr Autor, lamento muito sua postagem. Voce foi infeliz, e no final das contas, quis ser o dono da verdade, mais do que o proprio autor criticado pelo Sr. Estudo ha muitos anos obras espiritas, do candomble, umbanda, e mais varias religioes. Alem de acompanhar de perto esses cultos. Sou apaixonada por estudar sobre espiritualidade, e te digo que tento me amparar sempre na codificacao Kardecista, pois, para mim eh a mais sensata e lucida para analisar todas as religioes, e crencas, mas gracas a Deus, sou despida de preconceitos como o Sr. Releia as obras de Allan Kardec com a cabeca aberta e tente enteder tudo que ele falou, principalmente no livro dos espiritos e dos mediuns. A partir dai, o Sr volta a reler, se eh que vc leu mesmo, a obra tao criticada pelo Sr. Independe da religiao o importante EH O AMOR NO CORACAO. NOS ESPIRITAS KARDECISTAS MAIS DO QUE NINGUEM, TEMOS OBRIGACAO DE EVOLUIRMOS, ESTUDARMOS MUITO, E PRATICAR O BEM. NAO SOMOS MELHOR DO QUE NINGUEM DE NENHUMA OUTRA RELIGIAO! EXISTE UM TRISTE SEPARATISMO DENTRO DA DOUTRINA, COMO SE A ELITE, FOSSEMOS NOS. SE LEMBRE QUE A QUEM MAIS EH DADO, MAIS SERA COBRADO, E A NOS, FOI DADA GRACAS AO PODER SUPERIOR, O CONHECIMENTO DA DOUTRINA. CUIDADO COM AS PALAVRAS... A UNICA VERDADE DE DEUS, EH O AMOR, NENHUMA RELIGAO, NEM DOUTRINA, NEM CRENCA, NENHUMA EH MELHOR QUE A OUTRA. SOMOS MELHOR NAS NOSSAS ACOES E NAO NO QUE CREMOS.
 
Eugênio Paceli
postado:
25/09/2013 15:00:02
A inveja, vaidades e interesses também imperam no mundo Espírita. Robson usa uma linguagem para prender o leitor e em nada fere os preceitos de Kardec. O objetivo principal é atingir o máximo possível de pessoas, senão de que vale o esforço e o sacrifício. Sejamos mais humildes e menos exclusivistas. Todas essas críticas Robson previu no livro Cidade dos Espíritos.
 
Rui
postado:
29/09/2013 18:37:58
Caros Irmãos em Jesus! Confesso que ainda não li livros do autor espiritual Ângelo Inácio, psicografia de Robson Pinheiro, mas diante das opiniões, a favor e contra, da análise crítica feita pelo Dâmocles sobre o livro “Legião – Um olhar sobre o reino das sombras”, sugiro, com todo o respeito, a releitura do capítulo XXI – Falsos Cristos e Falsos Profetas – do Evangelho Segundo o Espiritismo. Também sugiro, a releitura das “Instruções Dadas aos Grupos em Resposta a Algumas das Questões Propostas”, página 43, do livro “Viagem Espírita em 1862” de Allan Kardec. Acessem também no Youtube: www.youtube.com/watch?v=I_hs5206lEE (para busca no Youtube digite “Bicentenário TO”). O vídeo é uma palestra, realizada na FEB, por Therezinha Oliveira, que vem ao encontro das opiniões expressas nesta sessão. Não deixem de assistir, pois acho que vão gostar muito da abordagem. Muita paz!
 
Sheilla Rocha
postado:
04/10/2013 23:01:32
Porque tanta raiva assim do médium? Nós espíritas precisamos sim de algumas críticas . muitos de nós ficaram no século passado e esqueceram que tudo evolui e se modifica com o tempo. Pois eu fiquei surpresa de ler os livros do Robson e perceber neles muitos relatos de situações vividas por mim em trabalhos mediúnicos, em sonhos de projeções (nem sempre com muita clareza )e vidência espiritual nos grupos de trabalhos mediúnicos. Será delírio coletivo? Nem sempre compreendemos o mundo espiritual , mas é necessário tomarmos cuidado para não cairmos na negação de São Tomé .
 
Kika Teixeira
postado:
08/10/2013 11:03:28
Trabalho em uma Casa Apométrica e tudo o que Robson Pinheiro narra em suas obras, é exatamente o que presenciamos durante os trabalhos apométricos. Mas, como os apômetras são considerados os ``hereges`` da Doutrina, não acredito que minha opinião aqui seja considerada. Paz e Luz a todos !
 
EDI
postado:
29/10/2013 15:34:10
Pura ficção científica, enquanto houver tolos no mundo, sabido nunca andará a pé. Em nenhum momento essas pessoas procuram saber se provém de Deus essas mensagens, isso deve servir para todos que se dizem espíritas.
 
Daniel Borges
postado:
04/11/2013 22:44:57
Não interessa aos seres de baixa vibração que a humanidade concorde nem que saiba de nada. nem os espíritas acreditam nisso...conveniente.
 
viviane
postado:
07/11/2013 00:43:01
fiquei admirada com o nível de críticas a este livro e ao autor. não sou leitora do referido autor,mas este tipo de crítica ,de certa forma até grosseira ,vindo de uma fonte que se diz espírita , realmente me deixou surpresa. acho que não é bem isso que o espiritismo prega. Jesus deixou bem claro nosso livre arbítrio,o respeito ao próximo, e nem Ele foi capaz de criticar ninguém,sendo assim ,acho que podemos alertar os leitores,mas de forma mais branda,sem atacar com palavras rudes.
 
Eu
postado:
09/12/2013 12:28:11
Quanta bosta dita sobre um livro tão bom...
 
Antonio - Portugal
postado:
27/12/2013 18:02:17
Depois de ler este `artigo`, que é mais um ataque pessoal ao autor e seu editor do que propriamente uma critica literária, mas não deixa ter o mérito porque ao fim de três anos de publicação ainda se escreva sobre o seu conteúdo, fantástico. Na realidade depois de ler o que foi por aqui escrito cheguei a uma conclusão, vou comprar a trilogia pela razão simples de que uma obra que sucinta tanta discussão tem valor e merece ser lida, abalou aqui alguns alicerces com certeza. Já me tinha apercebido que a `doutrina Kardecista` era bastante fechada nas suas razões, não por culpa de Kardec mas sim por culpa dos seus seguidores, Kardec não é o fim ou incio da espiritualidade mas sim um iniciador da desmistificação da espiritualidade, o que faz muita diferença. Assim sendo, deduzo que Robson Pinheiro traz nessas obras pistas ou ideias para mais uma visão da espiritualidade, penso e dentro do estilo literário dele de outras obras que eu já li, é uma trilogia provocadora, questionadora, o que é ótimo, coloca o nosso cérebro a pensar se como ele diz ou não, e no fim cada um tira as suas conclusões, nada contra Resumindo, valeu passar por aqui, fiquei com indicação de mais uns livros para o meu aprendizado. Só queria deixar uma pequena frase do nosso amado Jesus Cristo “Na casa de meu Pai há muitas moradas; se não fosse assim, eu vo-lo teria dito. Vou preparar-vos lugar.” João 14:2
 
Felipe Simionovski
postado:
02/01/2014 17:28:53
Conheci Robson Pinheiro através do Livro Aruanda, pesquisando sobre o autor cheguei até outros livros e seu programa na rádio, que escuto desde 2005 sem perder quase nenhum programa. Estou iniciando o terceiro livro da trilogia das sombras, A marca da Besta. Sou espiritualista, e busco as respostas dentro de mim, do meu EU SOU, ou meu EU SUPERIOR. Se é certo ou errado, não sei, quem somos nós para julgar. Só para lembrar, que a muito tempo atrás Alguém foi julgado, morto e crucificado. Vamos cuidar mais com o que falamos, o que julgamos, e vamos buscar mais a verdade dentro de nós mesmos. Sem atacar o próximo, para defender uma pureza doutrinária que não existe, esta pureza esta dentro de cada um, que interpreta as obras já escritas de acordo com sua evolução. Paz e benção!
 
Ady
postado:
03/01/2014 19:08:03
Não sou estudiosa profunda do espiritismo, já li muito, antes sou uma alma a procura da VERDADE, da verdade que possa me trazer conforto e consolo. Já frequentei diversas religiões, incluindo centros espíritas e de umbanda e sou originalmente, católica. Infelizmente, tenho visto em todos os lugares, a crítica, a maledicência, o orgulho, a arrogância. Dentro de muitos lugares onde se dizia ser um lugar de caridade, vi preconceito. Creio, por meu próprio pensamento, já que sou muito curiosa e analítica que todas as seitas, religiões e credos, devem evoluir, como vem evoluído a humanidade. Sabemos que o novo assusta e muitas vezes nos deixa confusos quanto ao que já estudamos e lemos. Então, vamos abrir nossos corações, uma vez que nossa mente pode ser traiçoeira. Vamos sentir com o coração, antes de criticar. A humanidade caminha para a globalização, universalidade, será que não está na hora de todos caminharmos também, para a universalidade da religião, credo, etc, seja lá o nome que queiramos dar a nossa fé?
 
Cláudia Corrêa
postado:
08/01/2014 22:22:03
LEIAM KARDEC!!!
 
Mineiro
postado:
22/01/2014 13:55:55
Ady, Também concordo com você quando fala que as religiões também necessitam evoluir com o passar do tempo, pois, todo está sujeito a evolução. O conceito de universalismo é muito interessante. Creio que o próprio Kardec não gostaria que nos restringíssemos apenas as suas obras, uma vez que ele próprio nos estimula ao questionamento e estudo. Claro que com consciência crítica, é necessário ampliarmos nossos horizontes.
 
Dâmocles
postado:
01/02/2014 22:19:41
O Lampadário - edição atual - pode ser acompanhado no site www.espiritismolivre.tk
 
Andre
postado:
04/02/2014 11:13:11
Lamentável este comentário e porque um livro deste nível não e pra qualquer um mesmo tem que ter a mente mais aberta depois de Chico Xavier Robson pinheiro dividiu o espiritismo entre o antes de Robson e depois de Robson e pra nos médiuns não acharmos que somos bons e sim que temos que estudar mais
 
Aisha
postado:
06/02/2014 11:01:41
Meu Deus! Não concordo com absolutamente nada do que o autor postou, por todos os motivos deste mundo. Sou espírita e estudo tanto o kardecismo como a umbanda, como Kardec, como Robson, como Ramatis, entre muitos outros. Todos temos a liberdade de emitirmos nossa opinião e o que aconselho ao autor é que se desarme da crítica, estude mais e abra sua mente, desvencilhando-se de pensamentos e ideias tão fechadas. O mundo evolui. O kardecismo também precisa evoluir.
 
tony
postado:
10/02/2014 14:21:28
Quuem nao lembra do livro Violetas na Janela? me lembrou muito...mas neste livro como em alguns outros de espiritismo vejo muitas repetiçoes de palavras e situaçoes o autor ficou durante 100 paginas falando a mesma coisa só que com palavras diferentes,isso chama-se enxer linguiça...o livro Falange e muito mais muito ruim de se ler e muito chato tmb!!!
 
tony
postado:
10/02/2014 14:22:25
Quuem nao lembra do livro Violetas na Janela? me lembrou muito...mas neste livro como em alguns outros de espiritismo vejo muitas repetiçoes de palavras e situaçoes o autor ficou durante 100 paginas falando a mesma coisa só que com palavras diferentes,isso chama-se enxer linguiça...o livro Falange e muito mais muito ruim de se ler e muito chato tmb!!!
 
metson
postado:
11/02/2014 22:24:19
Gostaria de entender o porque dos comentários negativos e com tons pesados referentes ao livro, já que cada um ler o que quiser e o que for de seu interesse.
 
Antônio Carlos
postado:
12/02/2014 03:18:14
A dourina esprita é irretocável, porém, o próprio Alan Kardec, afirma em ``O livro dos médiuns,`` não ser ela, a única detentora da LUZ. O MOVIMENTO espírita por sua vez, teima em continuar com a mesmo soberba intelectual de há 30 anos atrás, quando tive a oportunidade de conhecer a DOUTRINA dos espíritos. Não me espanta as críticas feitas ao movimento espírita, mesmo porque devem ser verdadeiras. Doutrina e movimento, nunca caminharam juntos. O maior exemplo está em a doutrina não adotar a crença em um DEUS antropomórfico, e o movimento continuar passando a imagem distorcida do que seja Deus, em suas reuniões doutrinárias, com o propósito claro de não espantar ``fiéis``. Observando atentamente, até mesmo o Padre Fábio de Melo tem sido mais corajoso, e moderno em suas explanações, que muitos oradores espíritas. É lamentável também, a permissividade existente dentro do movimento, onde bocas falam uma coisa, e desejos e quereres mesquinhos, eclipsam de maneira até ``infantil`` o que sai das bocas. Junte-se a isto a guerra de poder existente em algumas instituições, e até mesmo, discriminações veladas, onde cargos de direção só podem ser ocupados, por quem detenha status social e/ou cursos superiores. E isto acontece em grande parte das instituições, não só aqui no meu estado. Irmãos, olha, a obra do Robson Pinheiro, pode até parecer simplória; (porque foi isto que o comentarista quis dizer), mas só parece. Existe uma diferença entre a linguagem teatral das obras dos insignes André Luiz/Chico Xavier, em relação a linguagem jornalistica do Robson e seu mentor. Mas no fundo, a diferença fica só na linguagem. Para quem já fez viagens astrais (como eu), em desdobramentos, antes em casa, e posteriormente na educação mediúnica (hoje não me interessa mais fazer desdobramentos), posso garantir que 90% do que o Robson diz, eu tive o desprazer de presenciar. Essas regiões, esses seres, os trabalhos, enfim, tudo, absolutamente tudo, é verdade. E o André Luiz já falou disso tudo, como já frisei, só que em uma outra linguagem. Portanto, vamos parar com discriminações e preconceitos, tão comuns, dentro do movimento espírita. É feio, para quem se diz aprendiz do Cristo! Fraterno abraço!
 
luis
postado:
13/02/2014 13:01:14
Acho a crítica positiva, no entanto, não interessa se está correta ou não, isso ou aquilo... o que me deixa preocupado é acreditar que ``espiritismo`` refira-se apenas ao preceitos elucidados por kardec... de acordo com alguns comentários postados, umbanda não se refere a espiritismo... aí pergunto, como não?? Se trata de questões também relacionadas ao plano oculto? Bom, talvez minha visão sobre espiritismo seja um pouco diferente, pois acredito no espiritismo universalista, ou seja, aquele que integra a tudo e todos... indiferente da religião ou cultura a que o indivíduo pertença. Sinto a presença desse espiritismo universalista nas obras de Robson Pinheiro, e por isso, elas me agradam bastante. Quem tem ou ja teve contato com nossos amigos invisíveis sabe do que estou falando...
 
Douglas Rodrigues Hilario dos Santos
postado:
13/02/2014 16:09:04
Discordo em grande parte por tudo o que foi dito. Primeiramente, quem disse que a doutrina espirita saber de tudo, quem sabe de tudo é Deus e somente ele. Kardec em sua super inteligencia e humildade nos mostrou dizendo que suas obras eram básicas e somente isto, mas querem de alguma forma demonstrar que sabem de tudo e já viram tudo. Deus é infinito e logo a sua obra tb o é, afinal, o autor é medido por suas obras. Eu fui e ainda adoro o kardecismo, durante alguns anos trabalheii na mesa espirita após meus cursos de esde 1 e 2 e educação mediunica 1 e 2 durante 4 anos e logo após o trabalho. Durante este tempo, acabei sofrendo algumas coisas sem explicação e que mentor algum resolvia, ou mesmo amigos meus da mesa que acabaram vendo o que estava acontecendo. Estava eu sofrendo um processo de magia negra, a qual, ningéum solucionava. Durante estte tempo um mentor meu que se trajava num tipo grego logo ser transformou num preto velho o qual hoje é conhecido como pai josé de Aruanda, e tb havia um padre na mesa, este padre nada falava comigo, a não ser é claro quando mostrou-me que eu durante uma vida durante a santa inquisição fora um padre e hoje este padre é o meu exu 7 encruzilhadas. É complicado, mas tem qeu ser averiguar as coisas, no fim de tudo, penso eu que é mais orgulho do que propriamente algo válido, e vejo muito mais a defesa do ego do que outra coisa. É complicado, mas é a verdade! Assim fora com Chico quando disseram que ele era obsediado quando psicografou a existencia de cidades espirituais, assim como outras coisas. Ou mesmo quando disse que não ser haviia alma gêmeas e emanuell disse o contrário, ou quando ser le no livro dos espiritos que não há vida em marte, ai veio ramatis e disse o contrário, foi atacado, mass logo depois chico xavier junto a sua mãe e humberto de campos tb falaram sobre a vida no planeta marte. Complicado!
 
Rodrigo
postado:
17/02/2014 11:45:35
Com certeza quem fez essa dissertação contra o livro não e espirita ou espiritualista ou não tem conhecimento nenhum a respeito. Principalmente pelos comentários radicais e pelo tom do discurso. Mesmo que fosse contra todas as ideias propagadas pelo Robson, haveria de se ter mais respeito e serenidade no tocante a obra alheia. Enfim, pelo que vi dos comentários a maioria não concorda com a opinião de que escreveu o artigo.
 
Jesiel
postado:
20/02/2014 16:47:11
É estranho imaginar que todo o conhecimento humano acumulado vivido neste planeta ao longo dos milênios, assim como o conhecimento herdado de Capela, não possa ser condensado e focado na utilização para o mau através de técnica sofisticadas. É estranho imaginar que não possa existir um nível de sofisticação apurado em regiões de vibrações baixas chamadas de umbral, dando a ideia de que a tecnologia de ponta existiria apenas em colonias como a exemplo Nosso Lar. Esta obra de Robson não tem a `beleza` apurada e sim critica duramente o espiritismo e os `velhos gagás`, porém, isto não quer dizer que tudo o que está escrito nele possa ser bobagem, ficção ou obra de um espírito de baixo desenvolvimento moral, praticante da umbanda. A alusão as idéias de tecnicas sofisticadas de obcessão, aqueles que ele cita como possuíndo grande impacto no livre arbitro das pessoas, ao meu não poderíamos afirmar como afirmativa, verdadeiras, afinal, não existe nada editado e publicado comparável a estas informações... porém também não se possa dizer que é ficção. É preciso uma investigação destas novas formas de obcessões, se realmente existirem, a verdade aparecerá. Os livros de André Luiz também geraram grandes críticas em seu lançamento. De um modo geral e resumindo minhas observações, eu acho que existem formas mais inteligêntes de Robson Pinheiro escrever seus livros e passar este novo conhecimento sem ter que ficar atacando o meio espírita, evitando assim criação de discórdia, espantando leitores.
 
Jurea
postado:
25/02/2014 13:28:31
Onde foi parar a tolerância? Embora seja bastante coeso, houve incoerência entre o que a doutrina prega e o comentário acima. Mais amor, gente! Apenas me filio a doutrina espírita, não sou praticante assídua. Não preciso conhecer a fundo para perceber a irritação e intolerância... Mais amor, gente. Mais amor.
 
Fábio Dantas
postado:
09/03/2014 10:51:08
Vocês estão fazendo com Robson Pinheiro o mesmo que a Igreja Católica fez com Kardec quando da codificação. Parece até que estão ressucitando a Guerra Santa. Robson apenas deixa a mensagem da caridade e em nenhum momento quer deturpar a imagem de Kardec, mas apenas tenta transmitir e desmistificar, com o auxílio de seus mentores, o absolutismo pregado por algumas casas espíritas que se denominam ``Kardecistas``, pois em nenhuma obra de Kardec foram abominadas manifestações umbandistas ou de outro cunho religioso dentro do espiritismo. Afinal, o Kardecismo não é a única doutrina que preza pela caridade e pela verdade. Respeitem as diversas manifestações espiritualistas que chegaram para ajudar o próximo. Ressalte-se que já li todos os livros editados por Robson Pinheiro e Kardec e um agrega o outro. Além disso, o fruto da venda dos livros, independentemente do rótulo, é destinado a diversas pessoas carentes na CASA EVIRALDA BATISTA. Muita luz!
 
Raquel
postado:
29/03/2014 09:11:21
Amigos e irmão em Cristo! Estou lendo o 1º volume da trilogia do Robson - Reino das Sombras. Estou maravilhada com tanta informação detalhada e escrita de modo simples (um pouco complexa em alguns parte, não posso negar) e esclarecedora. Não vejo tanto motivo para algumas irmãos de lutas atirarem tantas pedras nestas obras. Sou espírita praticante há mais ou menos 15 anos e estou ciente de estar diante de um tesouro que ate então estava escondido. Claro que toda obra tem seus pros e contras, mas vamos tentar analisar cada informação com sensatez e tirar proveito do que for útil e necessário. Já estamos com tantos problemas mundiais e internos, não vamos ficar brigando ou mesmo ofendo escritores como Robson por nos trazerem informações novas e precisas para nosso crescimento espiritual. Sabemos de tudo isso que ele descreve no livro, só que muitos não querem aceitar a realidade ou não estão preparado ainda, por isso que esta sendo difícil a aceitação. OBS.: A CRITICA DEVE SER SEMPRE CONSTRUTIVA E FEITA COM AMOR! PAZ a todos.
 
Marcos Sena
postado:
02/04/2014 15:12:43
Boa tarde. Trabalho em uma casa espírita que realiza diversos atendimentos, em diversas áreas, como desobsessão, apometria, estudos. Uma coisa eu digo, tudo o que li na trilogia e em outros livros de Robson Pinheiro, vivenciamos em nossos trabalhos de desobsessão. Chefes de Falanges, Magos Negros e tudo o mais.Abraços.
 
Ciro
postado:
12/04/2014 17:47:12
Ao companheiro Dâmocles sugiro que em seus comentários mantenha-se apenas no intuito de apresentar as incoerências ou as coerências das obras analisadas. Fico feliz quando vejo companheiros no empenho de preservar o Espiritismo em sua pureza. É obvio que o bom combate deve ser ravado contra aqueles que buscam sofismar e plagiar. É indiscutível que Robson Pinheiro é detentor de mediunidade ostensiva; mas dar credito a tudo o que ele diz ou escreve é desdém à logica. Para aferir os comentários de Dâmocles Aurélio, necessário é o estudo das obras de André Luiz, Manoel Philomeno de Miranda e Hippolyte Rivail. Só então será possível apreciar as assertivas em algumas obras de Robson Pinheiro. Tem-se visto, infelizmente, muitos médiuns se perderem pelos caminhos da vaidade. No início, obras primorosas; depois, obras duvidosas. Para relembrar ou cientificar (palavras de Emmanuel ao Chico Xavier): `Se algum dia os meus ensinamentos estiverem em contradição com os de Allan Kardec, fique com Kardec e esqueça o que eu disse.`
 
lucas
postado:
22/04/2014 23:18:40
acho que o crítico tem o direito de falar o que quiser e achar tb o que quiser eu como humilde médium umbandista so posso dizer que me sinto assim ao ler uma critica tão destrutiva, que ela vem de uma pessoa que noutra situação provavelmente tentaria fazer calar ate mesmo allan kardec, e que está parecendo crente louco que fala que tudo é o capeta, precisa abrir a sua cabeça irmão, entender que novos fatos nos são revelados, que quem vem depois de vc, compilará e concatenará tudo que vc tem como absoluto e muitas outras obras e formas serão criadas, infelizmente a cabecinha humana e o corpo que a abrigam são muito limitas, fique em paz e tente provocar paz, e não suscitar raiva.
 
Eliana Rosa
postado:
24/04/2014 10:43:21
Olá bom dia, não li o livro ainda, porém, vou ler, pois aguçou a minha curiosidade. Temos que ver o efeito prático, as obras do médium ele faz curas, é capaz de curar certas desequilíbrios mentais, doenças psicossomáticas, doenças da alma, através da apo metria. Isto é o que conta,,,As suas obras, concretas...aliviar a dor do próximo...Tem um trabalho de assistência social, ajuda o próximo...então está dentro do contexto...
 
Eliana Rosa
postado:
24/04/2014 10:43:21
Olá bom dia, não li o livro ainda, porém, vou ler, pois aguçou a minha curiosidade. Temos que ver o efeito prático, as obras do médium ele faz curas, é capaz de curar certas desequilíbrios mentais, doenças psicossomáticas, doenças da alma, através da apo metria. Isto é o que conta,,,As suas obras, concretas...aliviar a dor do próximo...Tem um trabalho de assistência social, ajuda o próximo...então está dentro do contexto...
 
Ciro
postado:
09/05/2014 00:36:46
Interessante! Observa-se que mais de dois terços dos comentários são contrários ao autor da matéria. Isso me faz lembrar algo ...
 
luiz augusto mauricio
postado:
09/05/2014 10:34:24
irmãos, se tivéssemos tanto empenho em estudar o evangelho do SENHOR e pesquisar a tradição da historia biblica, conheceríamos melhor os árduos caminhos que temos que percorrer na evolução, e certamente,nosso tempo presente estaria destinado a mais altos voos no caminho do saber e da paz.
 
Gabriel
postado:
14/05/2014 22:00:41
Não julguemos para não sermos julgados, a cada um cabe sua compreensão. E não fechemos nossos olhos....paz
 
maria lima
postado:
19/05/2014 01:40:58
Eu li o livro e NÃO CONCORDO COM A CRÍTICA,sou espirita e acho o livro coerente.Por favor não julgue e leia o livro novamente,talvez vc não tenha entendido o livro.Ele fala sim em Deus,cita o livro dos espiritos,cita kardec (e muito) por isso acho que vc não leu o livro direito e mais para ler o legião primeiro tem que ler tambores de angola e aruanda,Talvez vc não tenha feito isso e ``pegou o bonde andando`!!! Antes de fazer uma crítica se aprofunde no assunto , a crítica não foi construtiva!!!
 
Maria Lima
postado:
19/05/2014 01:44:02
Leiam primeiro Tambores de Angola e Aruanda para entender o livro Legião, que é uma continuação, logo depois vem senhores das sombras!!!É bom esclarecer!!!
 
Maria
postado:
19/05/2014 01:46:52
Leiam os livros e depois comentem, pesquisem antes de escrever asneiras!!!
 
otavio
postado:
25/05/2014 13:01:38
Desculpem, mas o Sr. Robson Pinheiro não é nem umbandista e nem espirita, demonstra desconhecimento nestas duas doutrinas. Em relação a umbanda não tem preparo iniciatico nenhum, pois a umbanda diferente do espiritismo é uma doutrina iniciatica. Em relação ao espiritismo, demonstra também a total falta de estudo, seu conhecimento é fragmentado. E a ultima novidade é que ele agora da curso de magia. Não preciso continuar.
 
Tania Villar
postado:
27/05/2014 11:04:20
Muitas coisas que li no livro Legião também li no livro Os Dragões, da Maria Modesto Cravo, principalmente sobre espíritas dogmáticos que não aceitam `novas lufadas de ar`. O espírita verdadeiro lê tudo e conserva consigo somente o que lhe é lícito. Nada mais!
 
Carlos R.
postado:
03/07/2014 09:58:21
Esses são os ``espíritas`` puristas, só eles podem usar o título de ``espíritas``, só eles detêm a verdade. Já presenciei coordenadores do movimento espírita, pedindo para os confrades boicotarem palestra de Casa X ou Y, por não concordarem com as idéias do palestrante. Ninguém é obrigado a aceitar e concordar com os comentários dos palestrantes. Por isso é uma fé raciocinada. Agora usar facebook para boicotar o evento, é demais...
 
Aldobrandina Rodrigues
postado:
04/07/2014 19:57:50
Os livros de Robson Pinheiro trazem abordagens de assuntos bem diferenciados da literatura abraçada pela FEB e de muitos espíritas. São informações muito fortes e até mesmo chocantes para quem já tem algum conhecimento sobre a vida após tumulo, adquiridos através dos livros Obreiro da Vida Eterna e Evolução em dois Mundos de André Luiz, Elucidações do Além de Ramatis e outros, quanto mais para as pessoas que se limitam a uma leitura que aborde apenas o que eles acham certo, gostam e aceitam. Na minha opinião, nenhum de nós, por mais douto que seja acerca da Vida Espiritual, tem a certeza de seus procedimentos. Quem poderá afirmar que esta ou aquela obra psicografada, traz as informações reais da outra vida, ou ter a certeza de que é produto da imaginação do médium ou do espírito comunicante? Se no ambiente em que vivemos, sempre somos surpreendidos por acontecimentos que até então desconhecíamos, quanto mais quando se trata de ocorrências do Mundo Espiritual. Há mais ou menos quatro anos li o livro Aruanda, confesso que fiquei um pouco intrigada pelas informações inusitadas, achando-as até mesmo absurdas. Passados alguns meses resolvi reler, fazendo pequenas pausas para reflexão, e isto me ajudou a compreender melhor o seu conteúdo, ou seja a sua mensagem. Quando o assunto versa sobre o plano espiritual, a maioria dos seguidores do espiritismo,não aceita esclarecimentos que não estejam contidos nos livros de KARDEC, Salvo engano, ele deixou escrito que havia preparado o alicerce, a base, e que outros viriam para continuar a obra então iniciada. No meu entender, seriam novos tipos de esclarecimentos sobre a vida espiritual, que viriam quando a população já estivesse familiarizada com a doutrina reveladora, para que não causasse assombro. Estou lendo o livro Legião I, desse mesmo autor. É bastante forte, chega as vezes causar impacto, mas há elucidações bem interessantes. Porém não me deixo influenciar pela aceitação total de uma verdade, nem tão pouco de uma total imaginação, ou mentira. Conheço a Doutrina Espírita desde 1977, foi onde encontrei esclarecimentos acerca da Lei de causa e efeito, onde o sofrimento é o efeito de uma má conduta que é a causa. E a reencarnação é a oportunidade que Deus concede aos seus filhos para resgatar as suas faltas, advindo daí a Justiça Divina. E Deus como bom Pai, deseja que todos os seus filhos caminhem em busca da sua evolução, e jamais sejam queimados no fogo do inferno, como muitos religiosos sentenciam.
 
Luciana
postado:
05/07/2014 20:25:36
Apometria é um trabalho lindo, não entendi a crítica pois cada um contribui com o que pode e conhece e todo trabalho em função do auxílio ao próximo é bendito. Li o livro, não observei tais críticas descritas de forma tão ofensiva, sou espírita e umbandista, trabalho muito em desdobramento e quanto aos horários... os trabalhos espíritas quando voltados para o socorro não são marcados, muitas vezes acontece no decorrer das horas do dia tanto quanto da noite.
 
josue passos
postado:
14/07/2014 21:59:12
Grandes Mediuns ja sairam do Movimento espirita pois o espiritismo se transformou na Igreja da Idade Media, a espiritualidade Superior não precisa da Religião Espirita, mas apenas de Mediuns para trabalhar.
 
Lampadário Informa
postado:
23/07/2014 19:48:52
O site ESPIRITISMOLIVRE.TK , ESTÁ COM AS EDIÇÕES ATUALIZADAS DO LAMAPADÁRIO ESPÍRITA - 204.
 
  • Mrs. HOLLAND
  • MÉDIUNS DA CORRESPONDÊNCIA CRUZADA
  • A CORRESPONDÊNCIA CRUZADA E OS MÉDIUNS
  • OS HOLMES
  • ANA PRADO
  • ADA M. BESINNET
  • ORTODOXOS JOGAM: KARDEC X KARDEC
  • ELISABETH J. COMPTON
  • OS IRMÃOS EDDY
  • WILLIAM EGLINTON
  • FATO QUE MERECE REGISTRO
  • EVA FAY – O RESGATE DE UM MÉDIUM
  • JEAN GUZIK – UM MÉDIUM POLONÊS
  • EVA CARRIÉRE – A MÉDIUM DO ECTOPLASMA
  • A BÚSSOLA É A CODIFICAÇÃO ESPÍRITA
  • UBERABA E O MOVIMENTO DE ABSURDOS!
  • ECTOPLASMA – QUE É?
  • FENÔMENOS DE MATERIALIZAÇÃO DE ESPÍRITOS
  • GERALDINE CUMMINS E “OS ESCRITOS DE CLÉOFAS”
  • MASCATES DA MEDIUNIDADE
  • A QUESTÃO DO INCONSCIENTE NO ESPIRITISMO
  • DAVID GOW E A REVISTA “LIGHT” DE LONDRES
  • BLAVATSKY: A VIAJANTE DE MENTE FÉRTIL
  • ELIZABETH D’ESPERANCE
  • À ÉPOCA DE CECI
  • Testemunhas de Juvená e à época de Ceci
  • MEU ENCONTRO COM O SR. AURELIANO ALVES NETTO
  • JOSÉ PASSINI E SUAS CRÍTICAS JUDICIOSAS
  • WILLIAM CROOKES E O ESPIRITISMO CIENTÍFICO
  • ESPIRITISMO, O FUTURO DAS RELIGIÕES
  • PÁGINA DOLOROSA
  • VIVENDO NO MUNDO DOS ESPÍRITOS
  • Educar Para Transformar
  • Estudando o Grupo Espírita
  • A Volta de Allan Kardec
  • Violetas na Janela, Fantasias Ornamentais
  • Os Esquecidos
  • Allan Kardec Reecarnado?
  • Introdução à Psicologia da Alma: O Espiritismo - III
  • Tambores de Angola, Mentiras do Aquém
  • Introdução à Psicologia da Alma: O Espiritismo - II
  • A Sra. Werkhauser Agora Sabe o que é Espiritismo!
  • INTRODUÇÃO À PSICOLOGIA DA ALMA: - O ESPIRITISMO - I
  • O ``Jornal do Commercio``e a sua Coluna Espírita
  • O analfabetismo Funcional e os espíritas
  • O Movimento Espírita na Visão de Deolindo Amorim
  • Pássaros da Vida
  • Ressurge Pernambuco Espírita - De Novo
  • A Gênese - 140 Anos!
  • A FEB e Sua Atitude Com Sbsentidos
  • A FRATERNIDADE ESPÍRITA É FESTA DE SALÃO.
  • PREOCUPAÇÃO EXCESSIVA COM A UNIFICAÇÃO – II (final)
  • KARDEC SEMPRE
  • PREOCUPAÇÃO EXCESSIVA COM A UNIFICAÇÃO - I
  • O VERDADEIRO CENTRO ESPÍRITA
  • Assertivas Que Confudem
  • Respeitemos a Vida. Aborto, Não!
  •  
    Centro de Estudos Espíritas Lén Denis
    Rua 06, Bloco:59, Apt.201 - Curado IV - Jaboatão dos Guararapes-Pe - CEP:54270-050 - Tel:(81) 3255-0149 - Cel:(81) 8882-0836, 9754-3912
    Lampadário Espírita - Todos os Direitos Reservados.